Rádios On-line
DENGUE

Dengue hemorrágica causa morte de idosa paranaibense

A primeira morte por dengue em Paranaíba foi de uma idosa de 75 anos

25 MAR 2020 - 08h:57Por Talita Matsushita

A primeira morte por dengue em Paranaíba foi de uma idosa de 75 anos, Maria José da Silva. Ela estava internada em Três Lagoas (MS) e faleceu na segunda-feira (23), porém o caso só foi divulgado na terça-feira (24). A paciente era diabética, hipertensa e fazia também tratamento para doença renal, conforme a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, em Paranaíba, Carla Patrícia Eugênio.

A mulher deu entrada no Hospital da Cassems na quinta-feira (19) e, logo em seguida, na sexta-feira (20) foi transferida para a Santa Casa local. Devido o agravante da doença, a idosa foi transferida no sábado (21) para Três Lagoas, onde faleceu após o quadro evoluir para dengue hemorrágica.

De acordo com boletim epidemiológico, Paranaíba registrou até o dia 18 de março o total de 761 casos suspeitos, e os casos confirmados somaram 10 no Município.

O número de casos prováveis de dengue registrados no Mato Grosso do Sul neste ano já passa dos 33 mil, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde. No total, 18 pessoas já morreram no estado por conta da doença, entre elas uma criança de 9 anos. Outras 7 vítimas da dengue eram idosos de mais de 60 anos.

Setenta e quatro dos 79 municípios sul-mato-grossenses estão com alta incidência de dengue, inclusive Paranaíba e nenhum registrou níveis baixos da doença.

No mês passado, o governo do Mato Grosso do Sul decretou estado de alerta para a dengue devido ao grande número de mortes relacionadas à doença. O secretário estadual de Saúde do Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende explica que neste ano, por conta do risco de surto, o governo está aumentando as medidas de prevenção contra a dengue.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13