Rádios On-line
11361
Honda Paranaíba
FORNECIMENTO

Idosa reclama que prefeitura suspendeu medicamento de combate à hipertensão

Osmilda Dionizia é cadeirante e pede providências quanto à situação na cidade

9 JAN 2019 - 17h:22Por Lucas dos Anjos

Uma mulher, de 61 anos, alega que enfrenta dificuldades para obter um remédio de hipertensão há pelo menos cinco meses, em Paranaíba. O medicamento é disponibilizado pela prefeitura na farmácia popular, porém, o fornecimento foi interrompido aos pacientes. Além disso, Osmilda Dionizia é cadeirante e pede providências quanto à situação na cidade.

Em entrevista ao JPNEWS, a filha dela, Edinalva Silva, de 19 anos, disse que a família enfrenta dificuldades financeiras e a situação piorou com a falta do medicamento. “Nosso orçamento sempre foi apertado e, agora, sem conseguir pegar o remédio está mais difícil”, considerou.

Osmilda faz uso de metildopa há apelo menos 30 anos e desde então obtém o remédio na farmácia popular. “A gente se sente abandonada né, esquecida mesmo”, lamentou a idosa.

A filha conta que por diversas vezes esteve na farmácia, mas nenhuma medida foi tomada. “Eu fui à farmácia, eles tiraram xerox da receita da minha mãe, mas não resolveram a falta de remédio”, explicou. Metildopa é um fármaco usado para hipertensão e em Paranaíba é comercializada, em média, no valor de R$ 40 nas farmácias. 

A secretária de Saúde, Débora Queiroz, disse à reportagem que “o problema é a falta da matéria prima nas indústrias farmacêuticas e a empresa ganhadora da licitação não tem para fornecimento”. Ressaltou ainda que a pasta está verificando se o problema ainda persiste.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13