Rádios On-line
8053
PARANAÍBA

Internautas convocam protesto contra reajuste salarial de políticos

De acordo com as postagens compartilhadas em grupos do aplicativo WhatsApp e perfis no Facebook, manifestantes se reuniriam em frente aos prédios da Câmara e Prefeitura

12 MAI 2017 - 13h:14Por Leonardo Guimarães

Um suposto protesto contra o reajuste de salário de vereadores, secretários de município, vice-prefeito e prefeito estaria sendo convocado por internautas através das redes sociais em Paranaíba (MS).

O projeto de lei que concede o reajuste de 30,17% (trinta inteiros e dezessete centésimos por cento) ao prefeito, vice-prefeito, secretários municipais, procurador-geral, controlador, ao chefe de gabinete de prefeito e vereadores, foi sancionado pelo prefeito Ronaldo Miziara na última terça-feira (9), mas só foi publicada na última quinta-feira (11).

De acordo com as postagens compartilhadas em grupos do aplicativo WhatsApp e perfis no Facebook,  os manifestantes se reuniriam na tarde desta sexta-feira (12), às 16h, em frente aos prédios da Câmara de Vereadores e Prefeitura Municipal. Os prédios ficam próximos, em uma mesma avenida.

Nos textos compartilhados, com o título “Não ao reajuste salarial dos governantes da nossa cidade”, manifestantes questionam repasses de verbas públicas para a Santa Casa do município, além de outra instituições como escolas, asilos e creches.

No mesmo texto, há também frases onde os internautas afirmam que “O poder é do povo”, além de afirmações do tipo “Vamos por um basta aos abusos com o dinheiro público”. Junto com a “convocação”, são anexadas matérias jornalísticas sobre municípios onde após protestos, políticos recuaram sobre decisões de aumentar o próprio salário.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar para saber se há informações oficiais de protestos previstos para essa data nos locais e se algum esquema de segurança especial estaria sendo montado para a tarde desta sexta-feira (12) em frente aos prédios da Câmara e Prefeitura. Através dos telefones da PM nossa equipe foi informada de que não há informações oficiais até o momento.

Em conversa com o JPNEWS, sobre as reações, o prefeito Ronaldo Miziara disse que pretende manter diálogo e se reunir com organizadores do movimento nas redes sociais.

REAJUSTE SALARIAL

O projeto de lei, de autoria do vereador do PMDB e líder do prefeito na Câmara, Andrew Robalinho, foi aprovado em plenário no dia 17 de abril, e concede reajuste salarial de 30,17% (trinta inteiros e dezessete centésimos por cento) ao prefeito, vice-prefeito, secretários municipais, procurador-geral, controlador, ao chefe de gabinete de prefeito e vereadores.

Com o reajuste, o salário do prefeito passa de R$ 17.990 para R$ 23.420; o do vice de R$ 7.126 para R$ 9.276; os salários dos secretários passam de R$ 6.990 para R$ 9.100 e vereadores que recebiam R$ 6.012 passarão a receber R$ 7.832 além de diárias.

REAÇÕES

A aprovação do projeto gerou reações contrárias da população nas redes sociais, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Paranaíba e manifestações de estudantes na Câmara dos Vereadores. Um estudante foi detido ao se manifestar, supostamente com um mamão que seria atirado contra os vereadores que votaram pelo reajuste dos próprios salários.

O Vice-prefeito Elson Cesar Leal, “Cesinha”, (PSB), também foi contrário a aprovação do projeto. Na época, Cesinha era prefeito em exercício, por conta de uma viagem ao exterior do prefeito Ronaldo, e disse que vetaria o projeto. Cesinha entregou o cargo no dia 24 de abril, com o retorno do prefeito.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651