Rádios On-line
8934
EDUCAÇÃO

Pais reclamam de mudanças na rede de ensino municipal

A secretária de Educação, Solange Miziara, afirma que não haverá o fechamento de salas

28 NOV 2018 - 15h:03Por Talita Matsushita

Após o anúncio de que a rede municipal de ensino sofrerá mudanças em 2019, pais de alunos da escola Ignácio José da Silva fazem um abaixo assinado para que a escola continue com o ensino como está no próximo ano. Entre as mudanças contestadas está a oferta do 4º ano do ensino fundamental na escola, segundo os pais a informação é de que não haverá esta série.

Francione de Oliveira da Silva e Alverino Batista Lemos, pais de alunos da escola Ignácio contestam as mudanças na instituição, que atualmente atende até o 4º ano do ensino fundamental, pois segundo eles, a informação é de que em 2019 haverá apenas até o 3º ano e isso seria prejudicial, pois a escola tem se destacado pelos altos índices do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e com estas mudaças a qualidade do ensino pode diminuir.

“A escola Ignácio deveria ser modelo para as outras escolas, não pode mexer no que está dando certo”, disse Francione, que coleta assinatura de outros pais que são contra as mudanças na escola. Posteriormente, conforme ele, o documento será levado para o Ministério Público. 

A secretária de Educação, Solange Miziara, afirma que não haverá o fechamento de salas na escola Ignácio e o remanejamento na rede será preciso, pois, o Estado não ofertará mais o 1º ano do ensino fundamental a partir de 2019, e estes alunos serão atendidos pela rede municipal. 

Outra mudança será no aumento de vagas para crianças de zero a três anos no Ceinf (Centro de Educação Infantil) Antônia Mainardi Ovídio, e o fim do Jardim III, com isso os alunos desta série serão remanejados para a escola Ignácio, que atenderá sete salas com estes alunos. 

“De zero a três anos a procura é muito grande e também temos seis salas de Jardim II e não temos o espaço para colocar todos estes alunos, mesmo tendo ampliado a escola, por isso eles irão para escola Ignácio”, destacou.

Além disso, outras séries deixarão de ser atendidas pela rede estadual, como por exemplo nas escolas Aracilda Cícero Correa da Costa e Manoel Garcia Leal, conforme Solange. “As mudanças são para atender estas demandas”, explicou.

Para os pais interessados em matricular o filho na rede municipal é preciso fazer a pré-matrícula na escola desejada; para os alunos que já estão na rede é preciso fazer a matrícula caso haja interesse em continuar na escola que já estuda.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13