Rádios On-line
9288
PERIGO

Paranaíba tem risco de surto de dengue, conforme levantamento

No município não há nove notificações, sem casos confirmados até o momento

4 FEV 2019 - 16h:05Por Talita Matsushita

Diferente de anos anteriores, em 2019 o que chama a atenção no início deste ano é a infestação de Aedes aegypti em Paranaíba. No município há nove notificações, sem casos confirmados. O primeiro LirAa (Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti)  aponta 4.2% de infestação, número considerado alto pelo Controle de Vetores.

Segundo Fábio Rogério Guimarães de Freitas, supervisor geral do Controle de Vetores, que não há um bairro que esteja mais afetado, o problema ocorre na cidade toda e principalmente em residências. “Isso nos leva a alto risco, porém conseguimos fechar janeiro com nove notificações, sem nenhum caso confirmado”, pontuou.

Entre as ações de combate ao mosquito, Fábio afirma que tem sido feito bloqueio químico e visitas domiciliares. “Temos um alto índice de larvas, e isso quer dizer que o mosquito está no nosso meio, não temos vírus circulante, mas temos o transmissor. Basta ter uma pessoa contaminada, o mosquito picar essa pessoa se infectar e transmitir”, disse.

O LIRAa é uma metodologia de trabalho que ajuda a mapear os locais com altos índices de infestação do mosquito Aedes aegypti e identificar os criadouros predominantes. O índice é considerado satisfatório quando fica abaixo de 1%; situação de alerta quando está no intervalo entre 1% e 3,9%; e indica risco de surto quando é igual ou superior a 4%.

“O melhor agente é o cidadão, que deve fazer a vistoria diária, não precisa esperar o agente o Controle passar”, afirmou.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13