Rádios On-line
PANDEMIA

Prefeitura retoma o toque de recolher diante do aumento de casos de Covid

Desrespeito ao distanciamento é o que mais preocupa às autoridades. Internações podem aumentar e já são 22 mortes

5 DEZ 2020 - 16h:00Por Alex Santos

A alta de casos positivos e internações por Covid-19, em Paranaíba, levou a prefeitura a retomar o toque de recolher, de 22h às 5h, com a finalidade de coibir a circulação de pessoas nas ruas da cidade e frear a propagação do vírus. A medida, publicada no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), entrou em vigor na sexta-feira (4) e valerá pelo período de 15 dias.

O toque de recolher entrou em vigor pela primeira vez, no dia 21 de março, após o surgimento dos primeiros casos suspeitos de Covid-19, na cidade. Porém, no dia 9 de novembro, a prefeitura colocou fim à determinação, que valia das 23h às 5h.

O novo decreto proíbe o funcionamento, após as 22h, de lanchonetes, bares, restaurantes, conveniências, sorveterias, igrejas, panificadoras, salões de festas e eventos, e casas de sucos, salgados, espetinhos e similares, além obviamente de circulação pelas vias públicas. O atendimento por meio de delivery poderá funcionar  até às 0h. 

O toque de recolher não é aplicado nos casos de saúde e deslocamento ao trabalho, bem como alguma outra circunstância relevante devidamente comprovada.

ALTA DE CASOS

Passados mais de 15 dias após o período eleitoral, a cidade teve um salto de 90 novas contaminações por coronavírus e ultrapassou ,na última segunda-feira, a marca dos mil casos confirmados de Covid-19, desde o primeiro registro da doença no município, no dia 10 de abril. 

De lá para cá, o novo coronavírus já fez 22 vítimas fatais no município e têm preocupado autoridades de saúde, o desrespeito da população às medidas de distanciamento social, além de flagrantes de aglomerações em parques públicos e bares e a não utilização de máscaras de proteção.

Como consequência, pela terceira vez seguida, o município recebe a bandeira vermelha do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir). 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13