Rádios On-line
MENSALIDADES

Procon se reúne com diretores de escolas particulares

O objetivo é adaptar os preços das mensalidades com a realidade dos pais

8 MAI 2020 - 15h:28Por Talita Matsushita

As escolas particulares de Mato Grosso do Sul devem definir até o próximo dia 17 de abril se haverá redução nas mensalidades das instituições, em função da suspensão das aulas presenciais por conta da pandemia da Covid-19, o novo coronavírus. Em Paranaíba a coordenadora do Procon, Ilda Meire Pascoa, já se reuniu com os diretores das escolas para definir como será cobrada a mensalidade no período em que as aulas forem virtuais.

Participaram da reunião ainda a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o objetivo é adaptar os preços das mensalidades com a realidade dos pais que têm sofrido um impacto financeiro devido à pandemia. O diretor da Escola Preve Objetivo, Júlio Carlos da Silva informou que fará uma redução de 15% nas mensalidades.

“Isso evita que os pais tirem os filhos da escola e migrem para outras unidades. Ele conseguiu enxergar a dificuldade financeira nesse momento. Ele está agindo com bom senso e nossa reunião abrangeu tudo sobre o ensino. Nossa preocupação não é só com valores a pagar, mas sim com a qualidade do ensino, que é on line”, ressaltou Ilda Meire.

A coordenadora ainda destacou que as lacunas no aprendizado serão repostas em contraturno das aulas, como período diferente ao que o aluno estuda, sábados e feriados.

Para os pais que já pagaram a mensalidade deste mês terão abatimento nos próximos meses. Atualmente não existe nenhuma Lei que obrigue as escolas a concederem desconto, a decisão cabe à escola.

A Escola Caminho concedeu desconto de 10%, cumulativo para aqueles que tinham desconto, aulas on line e quem tiver dificuldade deve procurar a coordenação, rescisão contratual sem multa.

O Lar Escola Joana de Angelis concedeu desconto de 20 a 30%, dependendo de cada caso de cada família, mas não foi preciso reunião com o Procon.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13