Rádios On-line
11587
CONSUMO

Procura por ovos de páscoa começa em ritmo lento em Paranaíba

Preços dos ovos e novos hábitos de consumo estimulam diminuição na procura

4 ABR 2019 - 13h:54Por Alex Santos

O ritmo nas vendas de ovos de páscoa começa de maneira tímida em alguns estabelecimentos comerciais do município. Nos espaços destinados a exposição dos produtos, onde é possível o cliente escolher às variadas marcas e pesos, o número de consumidores é baixo. Reflexo do aumento nos preços nos últimos anos, além da procura por ovos artesanais, o que provocou a queda na produção das indústrias.

Em 2015, a produção de ovos no país chegou a 19,7 mil toneladas, segundo dados divulgados pela Abicad (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados). Posteriormente, em 2016, a produção acabou diminuindo e chegou a 14,3 mil toneladas, em 2017 caiu para nove toneladas e, somente em 2018 que a produção obteve leve recuperação chegando a 11 mil toneladas de ovos produzidos.

Renevaldo Rosa, microempreendedor, 44 anos, tem dois filhos e na hora da compra tem o hábito de pesquisar os preços em outros locais, entretanto, a diferença de preço para um estabelecimento a outro é mínimina, e acaba optando por adquirir o ovo de páscoa da família onde costuma realizar as compras. “Dou uma pesquisada, mas procuro comprar onde sou mais frequente,” disse.

O gerente de um supermercado da cidade, Célio de Souza, conta que a procura por ovos de páscoa no estabelecimento está devagar, mesmo com os produtos em exposição cerca de 15 dias. Neste ano houve cautela na compra de mais ovos para vendas, devido ao aumento nos preços pelas indústrias e a queda nas vendas no comércio. “A procura está devagar, compramos somente o básico. Ano passado as vendas foram baixas”, disse.

Ainda de acordo com o gerente, a ritmo baixo das vendas também se deve a mudança de hábito de compra de alguns consumidores, que acabam optando pela compra de ovos de páscoa artesanais, produzidos em casa, e também a facilidade de comprar em franquias especializadas em produtos a base de cacau. “Tínhamos duas ‘parreiras’ de ovos e cada ano que passa está diminuindo mais as vendas,” contou.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13