Rádios On-line
9194
CBN AÇÃO 2019 PAULO VICENTE
ECONOMIA

Professor da UFMS fala sobre 25 anos do Plano Real

Durante os anos 80 e início dos anos 90, a instabilidade econômica era constante

5 NOV 2019 - 15h:31Por Talita Matsushita

No próximo dia 12 (terça-feira) a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, campus de Paranaíba oferece a palestra com o tema: Os 25 anos do plano real 1994-2019, ministrada pelo Professor Doutor Odirlei Fernando Dal Moro. Para participar basta levar um quilo de alimento não perecível, a palestra será realizada no Anfiteatro do campus de Paranaíba às às 18h45

Odirlei é doutor em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Maringá e professor do curso de Administração do CPar.

O professor é autor do livro "Dinâmica da dívida externa brasileira (1964-2014): de devedor externo a credor internacional", escrito juntamente com o professor Joaquim Miguel Couto.

"Entre 1981 e 1983, vivemos o inferno do endividamento externo. A dívida crescia em razão de seu próprio juro. Com a moratória de 1987, o fluxo de capitais internacionais. Entre 1994 e 1998, a volta do crescimento da dívida ajudou na manutenção da âncora cambial que deu sustentação ao Plano Real", descreve.

Os autores relatam que "a crise cambial brasileira, de janeiro de 1999, e o medo provocado pela eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, no segundo semestre de 2002, afugentou os capitais externos do país, entre 1999 a 2002. Passado o medo de um governo petista, os capitais externos voltam ao Brasil, elevando a dívida externa bruta".

Implementada oficialmente no dia 1 de julho de 1994, a moeda e modelo econômico marcaram a história do país.

Durante os anos 80 e início dos anos 90, a instabilidade econômica era constante na vida do brasileiro. Fruto de anos de irresponsabilidade fiscal, este cenário teve seu ápice na segunda metade da década de 80. O processo de término da ditadura contribuiu para que este cenário de recessão econômica alcançasse seu ápice.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13