Rádios On-line
POLÍCIA

Quatro pessoas são identificadas por atearem fogo em bandido (atualizada)

Três menores e um maior teriam cometido o crime contra um suspeito por furtos

20 MAI 2016 - 22h:35Por Leonardo Guimarães

A tentativa de homicídio ocorrida em Paranaíba no último domingo (15) começa a ser elucidada pelo Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil.

Segundo informações de policiais, foram identificadas quatro pessoas envolvidas no crime, sendo três menores - de 15, 16 e 17 anos – e Ragner Marques da Silva, de 18 anos.

Ainda segundo a Polícia Civil, o crime teria ocorrido em um "acerto de contas" entre os suspeitos e Moisés Palmares da Silva, de 30 anos. Após uma tentativa de linchamento, Moisés teve o corpo incendiado, com 50% de queimaduras, segundo médicos que o socorreram. O crime ocorreu no bairro de Lourdes, no domingo (15), durante a noite.

A vítima também é suspeita de praticar furtos em lojas da cidade com a característica de preferir empresas com portas de vidro. Por isso, Moisés era conhecido por "maníaco do vidro". Em menos de 30 dias, quase uma dezena de empresas foram arrombados na cidade. Em uma semana, cinco farmácias foram furtadas.

Na semana anterior, Moisés chegou a ser levado para a Delegacia de Polícia, mas não ficou preso por falta de provas

O delegado responsável pelo caso, Walace Martins Borges, pediu a prisão de Ragner, que estaria foragido, e a apreensão dos menores. Moisés segue internado na Santa Casa de Paranaíba sob escolta policial. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

Deixe seu Comentário