Rádios On-line
PÉSSIMAS CONDIÇÕES

Rodovias MS 306 e BR 158 serão fechadas no dia 30

Péssimas condições das pistas causam acidentes fatais

18 AGO 2016 - 18h:34Por Roberto Chamorro

As constantes vitimas fatais registradas nas rodovias MS 306 e BR 158 que cortam o município de Cassilândia motivaram entidades de classe da cidade a decidirem pelo fechamento das duas rodovias no próximo dia 30 de agosto, como forma de chamar atenção das autoridades sobre as péssimas condições das rodovias em função do aumento de trafego na região.

A mais recente vítima foi à professora Edileusa Gimenes Moralis, 49 anos de idade, em acidente ocorrido na terça-feira (16), na rodovia MS 306, na altura do km 197. Na ocasião, um caminhão trafegando com faróis altos, teria ofuscado a visão do motorista, Ronaldo dos Santos Pereira, 34 anos que acabou caindo em um buraco e perdido a direção do veiculo que terminou por sair da pista e chocar-se com uma arvores.

Natural de Alto Araguaia (MT), a vítima era professora na Universidade Estadual de Mato Grosso e estava fazendo doutorado em Linguística na UEMS.  Outro acidente ocorrido no inicio do mês de agosto (2), vitimou o médico pediatra José Quaranta Filho, 67 anos, causando grande comoção na cidade.  

De acordo com o site Cassilândia News, uma reunião entre entidades da cidade (Lyons, Rotary, OAB e Uems), na noite de anteontem (16), decidiu que a MS 306 e BR 158 deverão ser fechadas por uma manifestação pacífica no dia 30 de agosto. Segundo os coordenadores, vai ser uma forma de chamar a atenção das autoridades estaduais e federais para o aumento de acidentes com vítimas fatais.

A rodovia MS 306 no trecho entre Cassilândia e Chapadão do Sul, recebeu um grande aumento no tráfego de veículos, principalmente de carretas que transportam eucaliptos e cana de açúcar produzidos na região.

De acordo com os organizadores da manifestação, os motoristas serão conscientizados da necessidade de maior cuidado nessas rodovias, inclusive pela falta de acostamento, de terceira faixa e buracos, especialmente na MS 306.

As entidades decidiram lutar pela instalação de um pelotão da Polícia Militar Rodoviária Estadual, na cidade, uma vez que, a base atualmente fica em Paranaíba, distante 100 quilômetros de distância da MS 306. Na tarde desta quinta feira, um abaixo assinado circulando na cidade já havia obtido mais de 3 mil assinaturas para serem encaminhadas as autoridades municipais, estaduais, federais e ao Ministério Público.

 

Deixe seu Comentário