Rádios On-line
SAÚDE BUCAL

Dentistas explicam sintomas e tratamentos para bruxismo

As crianças também são afetadas, e o bruxismo pode aparecer até os seis anos

31 JUL 2019 - 15h:00Por Talita Matsushita

O hábito de ranger os dentes chama-se bruxismo cerca de 40% da população brasileira sofre deste mal, conforme dados da OMS (Organização Mundial de Saúde) e maioria nem sequer sabe. Entre os sintomas, além do desgaste dos dentes, estão dores de cabeça e mandíbula.

De acordo com a odontóloga Greice Kelly Martins, o sintoma mais comum é a dor de cabeça, porém zumbido no ouvido, dor no pescoço e mandíbula. “Um teste que as pessoas podem fazer em casa é abrir e fechar a boca; se perceber um estalo você pode estar começando a desenvolver o bruxismo”, explicou.

A profissional e intensidade que as crises acontecem variam, principalmente a noite. Para quem dorme acompanhado, a dica é pedir para o cônjuge observar se existe o ato de ranger os dentes. “O paciente muitas vezes fica um período muito prolongado sofrendo com dor de cabeça e não consegue descobrir a causa, sendo que com uma visita ao dentista poderia ser resolvido”, observou.

Fabrícia Queiroz, odontóloga, esclareceu que existem dois tipos de bruxismo, sendo o de vigília (durante o dia) e o noturno (enquanto a pessoa dorme). Segundo ela, as causas do bruxismo ainda não são esclarecidas, mas os fatores emocionais, genéticos e comportamentais podem estar relacionados.

“Situações de estresse, tensão, ausência de dentes, apneia e até mesmo o uso de alguns antidepressivos podem estar relacionadas ao bruxismo”, afirmou.

As crianças também são afetadas, e o bruxismo pode aparecer até os seis anos de idade, sendo mais comum e frequente na troca de dentes.

Já o tratamento, segundo a odontóloga Ornella Rubia, não existe tratamento eficaz para tratar o bruxismo, e sim suas causas como remédios para ansiedade e estresse. “O recurso mais indicado é a placa rígida de acrílico, que é moldada de acordo com a arcada dentária de cada paciente. Ela vai ajudar a reduzir o atrito entre os dentes, que é o que provoca o desgaste dos dentes”, observou.

O dentista consegue fazer o diagnóstico de forma  rápida, entre as dicas para prevenção estão evitar morder objetos dutos como lápis, enquanto realiza tarefas difíceis; mascar chiclete, e apertar o dentes.

“Praticar atividade física ajudar a controlar a ansiedade e estresse, o que favorece não apertar os dentes”, indicou.

A placa, conforme Ornella, é personalizada e por isso não pode ser usada por outra pessoa a não ser aquela para qual foi confeccionada.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: