Rádios On-line
8836
TVC
CUIDADO

Sol é o principal vilão nos casos de câncer de pele, alerta especialista

A doença é provocada pelo crescimento anormal e descontrolado das células

7 DEZ 2018 - 08h:48Por Lucas dos Anjos

O câncer da pele responde por 33% de todos os diagnósticos desta doença no Brasil, sendo que o Inca (Instituto Nacional do Câncer) registra, a cada ano, cerca de 180 mil novos casos. O tipo mais comum, o câncer da pele não melanoma, tem letalidade baixa, porém, seus números são muito altos.  O dermatologista está na linha de frente na prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento do problema.

“Os principais tipos de câncer estão relacionados à exposição solar, o fato de aqui [Paranaíba] ter um sol mais quente, as pessoas acabam se expondo mais em rios, pescarias e isso aumenta os riscos de desenvolver câncer de pele”, alerta a médica dermatologista Maria Carolina Prado Fleury Bariani.

A doença é provocada pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Essas células se dispõem formando camadas e, de acordo com as que forem afetadas, são definidos os diferentes tipos de câncer. Os mais comuns são os carcinomas basocelulares e os espinocelulares. Mais raro e letal que os carcinomas, o melanoma é o tipo mais agressivo de câncer da pele.

“As pessoas com pele mais clara são mais frágeis à exposição solar, visto que elas possuem menos pigmento na pele, mas todas correm risco, por isso é importante o cuidado”, lembra Maria Carolina.

A dermatologista esclarece que o protetor solar é a principal precaução, e, segundo ela, o recomendado são fatores superiores a 30. “O ideal é um fator 50”, explica ela e afirma que o uso de chapéu, blusas de manga e evitar exposição em determinados períodos também são essenciais. 

“A pessoa deve sempre observar se existe uma lesão ou mancha nova na pele, ou até mesmo uma ferida que não cicatriza, são sinais de alerta”, finalizou.

Dezembro Laranja

Com a intenção de estimular a população na prevenção e no diagnóstico ao câncer da pele, em 2014 a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) deu iniciou ao movimento de combate ao câncer da pele batizado “Dezembro Laranja”. Desde então, sempre no último mês do ano, a entidade realiza ações para lembrar como evitar o câncer mais comum no país e convida a população a compartilhar nas redes sociais uma foto vestindo uma peça de roupa laranja, publicando-a com a hashtag #dezembrolaranja.

Em 2018, o tema da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele é “Se exponha mas não se queime”. A ação ganha destaque com o movimento Dezembro Laranja, que informa a população sobre as formas de prevenção com a adoção de uma série de medidas fotoprotetoras, e a procurar um médico especializado para diagnóstico e tratamento. 

 

Deixe seu Comentário

JORNAL DO POVO MOBILE

TVC Canal 13

JORNAL DO POVO
Pantanal Mobile