Rádios On-line
8993
CONFLITO

'Somos contra agressão, não contra fechamento' dizem podadores

Trabalhadores querem ouvir novas sugestões e negociar possibilidade de local de descarte menos distante

24 AGO 2019 - 08h:12Por Talita Matsushita

A troca do local onde são descartados os restos de podas de árvores, além de limpeza de jardins não agradou aos trabalhadores do setor em Paranaíba (MS). A decisão foi anunciada nesta semana pelo prefeito Ronaldo José Severino de Lima e surgiu após pedido do Ministério Público.

Em entrevista ao Jornal do Povo, da Rádio Cultura FM 106,3 MHz, podadores afirmaram que não são contrários ao fechamento do local, mas sim ao posicionamento, segundo eles, "arrogante e agressivo" do prefeito do município, Ronaldo Severino, ao se reunir com a categoria. Ainda de acordo com os trabalhadores, eles só gostariam de ouvir e sugerir outras alternativas de local que não fosse tão distante. Os podadores ainda reforçaram que não são eles que colocam fogo no local e queimadas acontecem em toda cidade por falta fiscalização da prefeitura.

O novo local fica há cerca de 15 quilômetros da área urbana de Paranaíba, próximo ao local onde está sendo construído o aterro sanitário do município. O caso corre em segredo de Justiça e a promotora Juliana Nonato vai se pronunciar na próxima semana sobre o assunto. 

Outra preocupação do poder público na cidade são as queimadas no lixão, que acontecem nos finais de tarde, espalhando fumaça por toda a cidade, causando mau cheiro, desconforto respiratório e problemas de saúde. A ação do MP pede também providencias sobre o assunto.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13