Rádios On-line
RODOVIA DA MORTE

Ultrapassagem mal sucedida foi causa de acidente na BR-158

A vítimas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros de Paranaíba

7 JAN 2020 - 07h:33Por Talita Matsushita

O acidente que matou Nelio Novaes Souza, 65 anos, na BR-158 entre Paranaíba e Cassilândia, na manhã de ontem teve como causa uma ultrapassagem mal sucedida, segundo informações dos envolvidos no acidente. Nelio  conduzia um carro quando colidiu de frente com um caminhão que vinha no sentido contrário.

Nelio era técnico da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e morava em Guarantã do Norte (MT). A família de Nélio retornava da casa de familiares, no interior de São Paulo. A carreta havia carregado carne em Tangará da Serra e seguiria para o Rio de Janeiro.

Segundo boletim de ocorrência, o motorista do caminhão contou aos policiais percebeu que o carro que Nelio dirigia freou bruscamente com objetivo de não colidir com um carro branco que seguia no mesmo sentido na frente deste. Ao frear, Nelio perdeu o controle do veículo, vindo a colidir com a carreta.

A esposa de Nelio, Carme Lucia Clemente Cristalano, 52 anos, contou que um veículo branco ultrapassou o veículo em que estava sua família e ao perceber que não teria tempo suficiente para a ultrapassagem, o veículo branco "fechou" o carro em que estavam, o esposo ao perceber que não daria tempo do veículo branco efetuar a ultrapassagem freou bruscamente  para dar espaço para o veículo branco entrar em sua frente, porém que  ao descer para o acostamento perdeu o controle do veículo  e ao retornar a pista colidiu com a carreta que vinha frontalmente.

A vítimas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros de Paranaíba. A Perícia Criminal compareceu ao local e realizou os exames necessários. A PRF também compareceu ao local, assim como policiais civis se fizeram presente no local para as diligências policiais.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13