Rádios On-line
8992

Agente da Unei é executado com três tiros

O mês de janeiro bateu o recorde de homicídios se comparado ao ano passado

31 JAN 2009 - 06h:22Por Danilo Fiuza

Três Lagoas registrou ontem (30), o 6º homicídio deste ano. O crime ocorreu na rua Bahia, bairro Bela Vista, onde Luiz Antônio Evangelista Nunes, 43 anos, foi executado com três tiros. De acordo com o ferroviário aposentado Lindomar Antônio da Silva Filho, 52 anos, Nunes havia deixado
a construção, onde trabalhava como pedreiro desde quinta-feira (29), para buscar uma ferramenta. “Depois disso, ouvi apenas os três disparos. Quando saí, ele já estava caído no chão”, disse.
Policiais militares informaram que, o que Lindomar não viu foi que, no caminho, o agente teria encontrado um jovem – a princípio um adolescente – que efetuou os disparos. O autor estaria numa bicicleta cromada, que foi abandonada na rua ao lado no momento da fuga.
O delegado Orlando Sacchi, da 1ª Delegacia de Polícia, esteve no local, juntamente com a polícia cientifica. De acordo com ele, a vítima foi morta por dois tiros nas costas e um na nuca. Nunes morreu na hora. Ao todo, a perícia calcula que o autor tenha efetuado seis disparos. Três marcas de tiros foram encontradas em um muro, emfrente ao local do crime.
Porém, até o fechamento desta edição, as informações sobre o caso eram poucas. Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (Dig) e Serviço Reservado da PM também já trabalham no caso. Paralelo ao trabalho de investigações, a PM estava nas ruas em busca do suspeito. Nunes trabalhava na Unidade Educacional de Internação (Unei), porém, segundo informações extra-oficiais, ele estava afastado.
O crime será investigado na 1ª DP. O mês de janeiro bateu o recorde de homicídios se comparado ao ano passado. Em 2008, quando 28 pessoas foram mortas na Cidade, o número mais alto assassinatos foi de cinco homicídios ao mês, registrado em dezembro. (R.P.)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13