Rádios On-line
8992

Autor de homicídio diz não estar arrependido

O adolescente foi apreendido pelos policiais da Dig cinco dias após o crime

31 JAN 2009 - 06h:45Por Redação

Policiais civis da Delegacia de Investigações Gerais (Dig) apreenderam na noite de quinta-feira (29) um adolescente de 17 anos, suspeito de ter matado Leandro Campos da Silva, 31 anos, no sábado passado (24).
O homicídio ocorreu por volta das 20h30, em uma lanchonete situada na avenida Odair Rosa de Oliveira (Circular da Lagoa). Conforme nota divulgada, o garoto havia discutido com Silva por conta de um cumprimento. “A vítima deveria estar um pouco alterada pelo consumo de álcool e na hora de cumprimentar o adolescente, bateu nele sem querer, ou apertou a mão com força, algo nesse sentido, que fez com que os dois começassem a discutir”, completou o delegado Ailton Pereira de Freitas, coordenador da Dig.
Após a discussão, a vítima, natural do estado do Paraná e que estava em Três Lagoas a trabalho – ele residia em uma república próxima ao local do crime -, foi até um restaurante para buscar um marmitex. Enquanto isto, o adolescente também deixou a lanchonete. Foi a casa dele e retornou, em seguida, com um canivete nas mãos.
Ao se encontrarem novamente, o adolescente teria dado quatro facadas em Silva. Um dos golpes atingiu a cabeça, o outro o pescoço e o restante nas axilas da vítima, que, segundo a Dig, estaria embriagada e sem condições de se defender. O trabalhador chegou a ser socorrido p levado ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, porém não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada do dia 25.
O adolescente foi apreendido pelos policiais da Dig cinco dias após o crime. O suspeito foi encontrado em um bar, situado no bairro Santa Rita. O delegado Ailton Pereira informou que o garoto não reagiu à apreensão. “Na delegacia, ele confessou o homicídio, indicou onde estava a arma do crime [o canivete foi encontrado na residência do adolescente, no bairro Santa Luzia] e deixou claro que não estava arrependido pelo crime”, disse.
O adolescente possui passagem por furto, ameaça, lesão corporal e roubo.  Ele permanece detido na 1ª Delegacia de Polícia - onde corre o inquérito sobre o caso - por força de um mandado de apreensão temporária decretada pelo Juizado da Criança e do Adolescente. (R.P.)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13