Rádios On-line
8992

Cinco tabletes de maconha são arremessados dentro de Presídio

28 JAN 2009 - 06h:01Por Redação

Cinco tabletes de maconha foram encontrados por agentes penitenciários e policiais militares na Penitenciária de Segurança Média, em Três Lagoas. A apreensão ocorreu logo pela manhã, durante a troca de turno, tanto dos policiais militares, quanto dos agentes penitenciários.
Segundo o diretor do presídio, Sílvio Rodrigues, durante a fiscalização de rotina realizada pelos agentes ao assumir o plantão, um agente desconfiou de um saco plástico jogado próximo à “linha de tiro”. Ao verificar, viu que se tratava de metade de um tablete de maconha. Depois disso outros dois foram encontrados ainda na parte interna do presídio – entre os pavilhões 1 e 3.
Paralelo à busca dos agentes, policiais militares responsáveis pela segurança externa da unidade penal, que também assumiam o plantão, encontraram mais um tablete do mesmo entorpecente. A droga estava na passarela de uso dos militares existente na muralha.
A equipe da Rondas Táticas do Interior (Rotai) foi acionada. E, numa busca realizada na parte externa do presídio, mais um tijolo de maconha foi encontrado. Os militares da Rotai informaram que a droga estava escondida em uma moita, próximo à mata existente em torno do presídio.
Conforme o diretor, a suspeita é que a droga tenha sido arremessada para dentro do presídio e, por algum motivo, um tablete tenha sido deixado para trás. “Só pode ter sido por arremesso. Nenhum dos tijolos chegou perto dos pavilhões, os três que chegaram a atingir a parte interna do presídio ficaram na linha de tiro e o quarto, não conseguiu passar a muralha e caiu na passarela de uso dos policiais militares”, disse.
Rodrigues explica que é quase impossível determinar o horário em que o entorpecente foi arremessado para dentro da unidade penal. “Só sabemos que já fazia um tempo que os entorpecentes estavam jogados, pois todos estavam molhados por conta da chuva”. Da mesma forma não há como identificar o possível proprietário do entorpecente. “Mesmo que o entorpecente tivesse chegado a um dos pavilhões, dificilmente alguém assumiria a propriedade. A única que poderá ajudar nas investigações é a perícia”, completa Rodrigues.
O entorpecente foi entregue na 2ª Delegacia de Polícia, onde um inquérito policial será instaurado para investigar o caso. Cada tablete pesa em torno de 250 gramas.

Pente-Fino

A apreensão de drogas aconteceu 13 dias após um pente-fino, realizado pela Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe), de Campo Grande. Na operação, realizada no dia 14 deste mês, os policiais (cerca de 50 militares, ao todo) apreenderam cinco celulares, duas baterias, sete carregadores, 32 porções médias de maconha, diversas armas artesanais e uma quantidade considerável de bebidas alcoólicas caseiras. Ao todo, a operação durou das 8h30 às 15 horas e contou com a participação de agentes penitenciários e de três cães treinados. (RP)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13