Rádios On-line
8357
Loteamento OT
SÉRIE ESPECIAL

Com 7 viaturas paradas por falta de manutenção, PM se desdobra contra o crime

Série especial 'Desafios em Três Lagoas' mostra que a viaturas estão paradas por falta de manutenção

7 JUL 2017 - 07h:15Por Kelly Martins

A criminalidade em Três Lagoas tem levado a Polícia Militar a se desdobrar para combater as ações dos bandidos, no dia a dia. O policiamento poderia ser até melhor se não fosse o fato de alguns veículos estarem parados por falta de manutenção no comando do 2º Batalhão da Polícia Militar. Há ainda viaturas que estariam aguardando em oficinas a liberação dos serviços há, pelo menos, dois meses.

São carros e motos que iriam auxiliar nas rondas ostensivas, mas que foram substituídos por novas viaturas entregues pelo governo do estado. O rodízio dos veículos, nos patrulhamentos pela cidade, por exemplo, ajudaria a evitar o desgaste e até mesmo manutenções.

O JPNEWS preparou uma série especial sobre segurança pública, com o tema “Desafios em Três Lagoas”. Reportagens publicadas desde segunda-feira (3) revelam dados da criminalidade e mapeamento com os pontos mais críticos.  A série encerra nesta sexta-feira (7).

Veja outras reportagens:
Em Três Lagoas, 60% dos homicídios são passionais
Mapa revela que Clodoaldo Garcia e 10 bairros são alvos preferidos dos ladrões
Roubos e furtos aumentam 75% e assustam população de Três Lagoas
2017 é o mais violento dos últimos 5 anos em Três Lagoas

Ao todo são sete veículos que estão à espera de manutenção. O problema foi confirmado e admitido pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sejusp) ao JPNEWS. Além disso, uma viatura que é da equipe da Ronda Tática do Interior (Rotai), doada este ano por uma empresa privada, ainda não foi liberada para uso devido problemas de documentação.

O comandante do 2° Batalhão da PM, tenente-coronel James Magno, explica que a atuação dos policiais na cidade não ficou comprometida por conta do problema. Frisa ainda que nenhuma ocorrência deixou de ser atendida nesse período e que, o número de apreensões e de prisões aumentou no primeiro semestre.

“Os veículos mais velhos foram substituídos pelos novos e não compromete nossa atuação. Auxiliaria, sim, no rodízio diário que poderíamos estar fazendo com essas viaturas evitando a manutenção”, considerou o comandante. Atualmente o 2º Batalhão conta com mais de 40 carros e motos. E, mesmo que esses veículos fossem consertados, a Polícia Militar se depara com outra questão: falta de efetivo.

Magno diz que são apenas 240 policiais para atender Três Lagoas e os municípios de Água Clara, Brasilândia e Selvíria. Segundo ele, o quadro de efetivo precisa ser maior e a projeção adequada é chegar a 480 policiais militares.

Força-tarefa

Mesmo com as dificuldades e déficit de efetivo, a Polícia Militar tem usado estratégias contra as ações criminosas. Há dois meses, durante o horário comercial, uma viatura realiza rondas na área central. Isso porque um posto fixo foi instalado na Praça Ramez Tebet, onde a viatura fica estacionada em alguns períodos. No posto, a população também tem acesso a um número de telefone direto com a viatura. Rondas por todas as regiões também foram reforçadas, principalmente, as que apresentam maiores índices de roubos e furtos.

O reflexo positivo é a quantidade de apreensões de drogas e prisões de pessoas envolvidas com tráfico que cresceu neste ano se comparado a 2016. “Mesmo com problemas de estrutura, a Polícia Militar está atenta e tem desenvolvido ações para coibir os crimes”, finalizou o comandante James Magno.

Novas viaturas foram entregues pelo governo no mês de maio. Foto: Divulgação/Sejusp

Outro lado

Por meio de nota, a Sejusp informou que o Batalhão tem em operação 18 viaturas, sendo que 14 funcionam como radiopatrulha e quatro como apoio. Também confirmou que sete viaturas foram “baixadas”. “Duas estão aguardando a conclusão do inquérito técnico para avaliação do responsável pelo dano, ou seja, o veículo esteve envolvido em algum sinistro”, consta trecho da nota.

Ainda segundo o órgão, os outros veículos tiveram a manutenção autorizada nesta semana e a solicitação dos reparos teria sido encaminhada ao governo no início do mês de julho. Reforçou ainda que pelo programa “MS Mais Seguro” Três Lagoas recebeu 24 viaturas novas. Dezesseis foram destinadas para a Polícia Militar, sete motocicletas de 250 cilindradas e duas com 660 cilindradas. Também quatro mini SUV (Jeep Renegade), uma Van Ducato e duas trailblazer. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651