Rádios On-line
8991

Interno do semi-aberto é assassinado com três tiros

Marcelo Diniz cumpria pena no Presídio de Regime Semi-Aberto desde o dia 20 de junho de 2007

9 JAN 2009 - 08h:10Por Redação

Marcelo de Souza Diniz, 33 anos, foi executado com três tiros quando saia da unidade penal de regime semi-aberto, na manhã de ontem (8). O crime ocorreu por volta das 5h50, na rua João Gonçalves de Oliveira, bairro Interlagos, a cerca de 30 metros do presídio, em funcionamento no novo endereço desde o dia 12 de dezembro do ano passado. De acordo com a Delegacia de Investigações Gerais (Dig), Diniz estaria entrando num veículo com quem pegaria uma carona. No entanto, antes mesmo de entrar no carro, o passageiro de uma motocicleta, que parou próximo ao carro, o teria chamado, em seguida, efetuado os disparos.
Mesmo ferido pelo primeiro tiro, o interno tentou fugir. Correu cerca de dez metros até ser atingido por mais dois tiros a queima roupa. Ao todo, foram três disparos, um no queixo, um nas costas (enquanto tentava fugir) e em seguida, já caído, o terceiro tiro, na cabeça.
Equipes do Corpo de Bombeiros e Serviço Móvel de Atendimento à Urgência (SAMU) chegaram a ser mobilizadas para atender a ocorrência, no entanto, Diniz morreu na hora. Conforme a Polícia Militar (PM), que esteve no local, os militares e o serviço de urgência foram chamados pelos agentes penitenciários, que, de dentro da unidade penal, ouviram os disparos.
O assassino, conforme algumas testemunhas, teria fugido em uma motocicleta Titan preta, pilotada por um comparsa. Conforme a Polícia Civil, os dois suspeitos não puderam ser identificados, já que estavam com capacetes no momento dos crimes.
De acordo com o delegado Eraldo Coelho, titular da 1ª Delegacia de Polícia e responsável pelo caso, o primeiro passo será ouvir as testemunhas que estariam próximas à vitima no momento do crime. “Familiares também serão chamados para prestar esclarecimentos. O caso será investigado em parceria com a Delegacia de Investigações Gerais (Dig)”, disse.
A reportagem encontrou em contato com o delegado Ailton Pereira de Freitas. Ele disse que há uma equipe empenhada no caso, mas que por enquanto não pode dar detalhes sobre as investigações. Até o fechamento desta edição, uma testemunha já havia sido ouvida pela Polícia Civil.

CRIME

Marcelo Diniz cumpria pena no Presídio de Regime Semi-Aberto desde o dia 20 de junho de 2007, pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte). De acordo com a PM, ele teria matado uma mulher no bairro Jupiá para roubar. Após ser preso, em 1997, cumpriu parte da pena no Presídio de Segurança Máxima, em Campo Grande, de onde conseguiu escapar uma vez, mas foi capturado. (R.P.)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13