Rádios On-line
MISTÉRIO DESFEITO

Morto em estrada trabalhava em supermercado de Três Lagoas

Identificação foi feita por familiares, por meio de uma tatuagem com declaração de amor

5 MAR 2016 - 21h:48Por Valdecir Cremon

O corpo de um homem encontrado na tarde deste sábado (5), em uma estrada rural de Três Lagoas, era de João Paulo Nogueira de Lima, de 20 anos, funcionário de um supermercado da cidade.

A identificação ocorreu no início da noite e foi feita pelo pai da vítima por meio de roupas e de uma tatuagem com declaração de amor, nas costas da vítima. 

"Elenice, minha eterna rainha" é a frase localizada por peritos da Polícia Civil, na coleta de dados para registro da ocorrência, e que foi destacada em reportagem exclusiva publicada pelo portal JPNews, às 17h58. Pouco tempo depois, o pai da vítima - que pediu para não ter o nome divulgado - viu a reportagem e foi ao Instituto Médico Odontológico Legal (Imol) de Três Lagoas, para onde o corpo havia sido levado.

Em menos de três horas, a reportagem foi acessada por milhares de internautas e compartilhada dezenas de vezes. 

Abalado, o pai não soube precisar quando o filho desapareceu. Disse apenas que aguardava a liberação do corpo para sepultamento, ainda sem horário e local definidos. 

Policiais encarregados da investigação identificaram que João Paulo tinha envolvimento com drogas, furto e uma tentativa de homicídio. 

Peritos disseram ter encontrado uma perfuração de tiro na cabeça da vítima, mas não souberam precisar se ele foi morto no local onde o corpo estava ou se foi "desovado" na estrada do Porto de Areia, na saída de Três Lagoas para Brasilândia. 

Perto do corpo também havia uma cápsula de pistola calibre 32. (Com informações de Celso Daniel)

Deixe seu Comentário