Rádios On-line
ABUSO DE CONFIANÇA

Motorista furta pneus e rodas e acaba preso pela Patrulha Rural e Rotai

O suspeito confessou que iria vender os pneus em borracharias

2 JUN 2017 - 02h:06Por Celso Daniel

Um homem de 33 anos foi preso pela Polícia Militar através de uma equipe da Patrulha Rural e da Rondas Ostensivas e Táticas do Interior (Rotai) sob a suspeita de praticar o furto de pneus de uma empresa de ônibus de Três Lagoas. Ele é funcionário da empresa e aproveitou para praticar o crime e vender os pneus com o preço bem abaixo do valor de mercado.

Segundo informações do boletim de ocorrência, por volta das 19h15 da quarta (01), o gerente de uma empresa de ônibus que faz o transporte de funcionários de fábricas da região, registrou um boletim de furto, pois alguns pneus montados com todas (estepe) de alguns veículos da frota teriam sido furtados. O gerente também comunicou a equipe da Patrulha Rural - composta pelo cabo Costa Júnior e soldado De Souza - que foi a até a empresa, pois havia a informação de que um dos funcionários teria praticado o furto e estaria tentando vender os pneus com as rodas em algumas borracharias da cidade. O suspeito - que exerce o cargo de motorista - não estava na empresa e a equipe policial foi até a casa do funcionário da empresa localizada no bairro Jardim das Oliveiras.

Quando os policiais chegaram ao local, foi solicitado o apoio de uma equipe da Rotai - comandada pelo sargento Sérgio - e os policiais viram os pneus encostados no muro da residência do funcionário da empresa.

O motorista ao perceber que alguém estava na frente da residência, saiu para ver o que estava acontecendo e logo os policiais se identificaram.

O suspeito confessou que ia vender os pneus com as rodas pelo valor de R$ 2 mil cada. Ele recebeu voz de prisão e foi levado até a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (DEPAC) onde foram tomadas as providências legais.

O motorista já estava trabalhando na empresa por cerca de cinco meses e nesse período, a polícia acredita que mais pneus possam ter sido furtados pelo suspeito, mas o caso agora será investigado pela Polícia Civil.

 

Deixe seu Comentário