Rádios On-line
MARIJUANA

Mulheres escondem maconha em meio a roupas sujas e são presas pelo SIG

As suspeitas tentaram despistar os policiais, mas a droga foi encontrada dentro da casa

31 MAR 2017 - 20h:18Por Celso Daniel

Duas mulheres – uma de 21 e outra de 20 anos – foram presas na tarde desta sexta (31) por policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil de Três Lagos por tráfico de drogas. Elas foram surpreendidas de posse de mais de sete quilos de maconha em uma residência localizada no Bairro JK.

Segundo informações do boletim de ocorrências, os policiais civis receberam denúncias anônimas que as duas suspeitas estavam praticando a venda de entorpecenetes na região dos bairros JK e Jardim Cangalha. Através dessas denúncias, uma delas foi identificada como sendo a ex esposa de um detendo do Presídio de Segurança Média de Três Lagoas e que juntamente com a amiga, as duas faziam parte de um esquema de distribuição e venda de maconha na região.

Na tarde da sexta (31), por volta das 14h um monitoramento foi feito e os policiais viram quando as duas chegaram no local indicado em uma motocicleta. Rapidamete as duas foram abordadas e foram comunicadas pelos policiais a respeito das denúncias. As duas negaram participação em algo ilícito, mas autorizaram a entrada dos policiais nos quatos onde as duas moravam e uma vistoria foi feita. Na casa funciona uma república e as duas moram juntas no imóvel.

Enquanto os policias realizavam a busca, a jovem de 21 anos ficou em frente a um guarda roupas e disse aos policias que no móvel só haviam roupas sujas, mas os policiais ao verificarem dentro do guarda roupas, encontraram uma sacola embaixo das roupas sujas, uma sacola contendo tabletes de maconha. Na continuação das buscas, mais entorpecentes foram encontrados. As duas suspeitas, mesmo diante do flagrante, continuavam negando que tinham algum envolvimento com o tráfico de drogas.

As dupla recebeu voz de prisão e foram levadas a sede do SIG onde foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas. Os tabletes foram pesados e totalizaram cerca de sete quilos e seiscentos gramas. Certa quantia em dinheiro tambémfoi apreendida.

A jovem de 20 anos já tem passagem pela polícia pelo mesmo crime, enquanto a amiga alegou que esta era a primeira vez que estava envolvida em algum caso criminal.

Deixe seu Comentário