Rádios On-line

Padrasto é suspeito de engravidar menina de 12 anos em MS, diz polícia

Garota disse ao delegado que era violentada desde os 8 anos

16 JAN 2013 - 16h:32Por Redação

A Polícia Civil investiga um homem de 43 anos suspeito de estuprar e engravidar a enteada, de 12 anos, em Campo Grande. O delegado responsável pelo caso, Elton Galindo, da Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Depca), disse ao G1 que o caso foi denunciado pelo Conselho Tutelar na quinta-feira (15).

Segundo ele, as informações repassadas pelo órgão indicavam que, além do abuso sexual, a vítima e os irmãos sofriam maus-tratos do suspeito e da mãe. O homem tem um mandado de prisão em aberto por homicídio e está sendo procurado pelos investigadores.

A menina foi ouvida pela polícia, disse que mantinha relações sexuais com o padrasto desde os 8 anos e nunca contou para a mãe porque era ameaçada por ele. Antes dos momentos em que era violentada, era obrigada a cheirar um pano umedecido com uma substância de cheiro forte, desmaiava e só acordava após o abuso.

A mulher também foi ouvida e disse não saber que o marido violentava a garota. "A mãe relatou que o companheiro era muito agressivo, mas nunca percebeu algo diferente entre ele e a filha”, explica Galindo.

Conforme o delegado, a garota foi encaminhada para fazer exame de corpo de delito e de gravidez e a polícia aguarda os resultados. A vítima e os irmãos foram levados para um abrigo. O caso foi registrado como estupro de vulnerável, crime que prevê pena de até 15 anos de prisão.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13