Rádios On-line
DESMONTE

Patrulha Rural desarticula esquema de furto e venda de combustível

Munições, silenciador e até carne de jacaré também foram apreendidos na ação policial

2 AGO 2016 - 04h:29Por Celso Daniel

Um homem de 33 e outro de 42 anos foram presos em flagrante pela Polícia Militar de Três Lagoas praticando um furto de óleo diesel em um posto de combustíveis localizado às margens da rodovia BR-262, por volta das 20h desta segunda-feira (1º). 

Conforme informações do boletim de ocorrências, um policial militar de folga passou pelo posto e percebeu a ação ilícita de quatro pessoas e avisou o Centro de Operação da Polícia Militar  (Copom) que por sua vez acionou uma viatura policial. 

A equipe da Patrulha Rural - composta pelo cabo PM Gabriel e Soldado PM Tiego - foi até o local e flagrou quatro pessoas em pleno furto, retirando o óleo diesel do tanque de um caminhão. O combustível era colocado em galões de 20 litros. 

Dois suspeitos conseguiram fugir, mas o motorista do caminhão - que fazia parte do esquema de furto - e um funcionário da borracharia do posto foram presos. O homem de 33 anos correu pelo pátio do posto mas foi alcançado. O funcionário da borracharia tentou se esconder no mato e também foi encontrado. 

Segundo os policiais, o dono da borracharia - um homem de 40 anos - também faz parte da ação ilícita. Ele é um dos foragidos. O suspeito já foi preso em 2015 pelo mesmo crime. 

Na casa do dono da borracharia, a equipe policial encontrou munições de calibre 22 e um silenciador - acessório para arma de fogo - e, em um freezer, carne de um animal silvestre, que segundo a polícia, seria de jacaré. 

Em um quarto aos fundos da casa havia cerca de 25 galões de óleo diesel possivelmente retirados de caminhões. 

No esquema criminoso, os suspeitos retiravam os lacres dos tanques dos caminhões para furtar o combustível e depois lacres novos - que o motorista do caminhão fornecia - eram recolocados.

Os dois envolvidos foram levados a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) e devem responder a inquérito por furto, formação de quadrilha e resistência à prisão.

Deixe seu Comentário