Rádios On-line
11565

PF não tem como garantir segurança na Copa do Mundo, diz associação

A presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal, Leilane Ribeiro de Oliveira, disse que não há servidores suficientes para garantir a segurança da Copa das Confederações, em 2013, e da Copa do Mundo d

22 NOV 2012 - 15h:25Por Redação

A presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal, Leilane Ribeiro de Oliveira, disse que não há servidores suficientes para garantir a segurança da Copa das Confederações, em 2013, e da Copa do Mundo de 2014. Segundo ela, não há como garantir a segurança nem mesmo de um encontro religioso previsto para o ano que vem no Rio de Janeiro. Leilane participa de audiência pública da Comissão de Segurança Pública.

"No Panamericano, nós tivemos sorte", disse Leilane. Ela afirmou que, nos Jogos Panamericanos, cerca de 300 servidores foram deslocados de todo o País para o Rio".
 
Segundo ela, é preocupante o fato de nenhuma das categorias da Polícia Federal estar satisfeita atualmente, nem delegados, nem peritos, nem servidores administrativos, nem os escrivães, ou agentes e papiloscopistas.

"O que hoje acontece é desvio de funções e terceirização da atividade policial. Terceirizados são contratados como recepcionistas e desviados da função, inclusive exercendo atividade policial. O governo diz que prioriza as fronteiras, mas até policiais da área de fronteira foram deslocados para serviços administrativos em Brasília", afirmou.

Leilane disse também que a falta de definição das atribuições dos servidores da PF existe há décadas e que o problema precisa ser resolvido com urgência.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13