Rádios On-line
8991

PMA autua diversas pessoas por crime ambiental

Além e fiscalizar os rios do Estado, a Polícia Militar Ambiental (PMA) cuida da preservação ambiental de todo o ecossistema que compõem a fauna e a flora de MS

26 JAN 2009 - 14h:24Por Redação

Policiais militares ambientais autuaram um homem de 25 anos por pescar em época de piracema e por utilizar petrechos proibidos. O fato aconteceu no Rio Paraguai, no município de Corumbá. Com o autor foi apreendida a canoa de madeira e uma rede de pesca, material proibido pela legislação, o que acarretou no encaminhamento do autor para a delegacia junto com todo o material recolhido. Além de pagar multa no valor de R$ 700,00 responderá pelo crime ambiental de pesca predatória.

Na cidade de Jardim, os policiais autuaram três pessoas em flagrante que pescavam no Rio Miranda e usavam uma rede com 24 metros de comprimento.  Receberam multa de R$ 1.500,00 cada um e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Jardim onde responderão pelo crime ambiental cometido. Para esse tipo de crime, a pena prevista é de detenção de um a três anos.

Além e fiscalizar os rios do Estado, a Polícia Militar Ambiental (PMA) cuida da preservação ambiental de todo o ecossistema que compõem a fauna e a flora de Mato Grosso do Sul. No último final de semana um homem de 58 anos, foi autuado por armazenar 2 m³ de carvão vegetal (subprodutos de origem florestal) sem licença da autoridade competente. O material apreendido foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Corumbá. O homem foi multado em R$ 700,00 e responderá por crime ambiental. Se condenado, pode pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13