Rádios On-line

Polícia investiga morte de criança de 1 ano e 2 meses por agressão em MS

Mãe foi presa e diz que filha foi agredida pelo padrasto.

18 JAN 2013 - 09h:30Por Redação

A Polícia Civil investiga a morte de uma criança de 1 ano e 2 meses que chegou a Unidade de Pronto Atendimento Nova Bahia com sinais de espancamento e desmaiada, na noite de quinta-feira (17), no bairro Nova Lima, região norte de Campo Grande. Segundo a polícia, a menina foi levada ao posto de saúde pela mãe, de 37 anos, que é suspeita da agressão. A criança morreu na Santa Casa para onde foi transferida. A mulher foi presa e e indiciada por maus tratos seguido de morte.

O delegado Camilo Kettenhuber disse ao G1 que os médicos que atenderam a criança ligaram para a polícia informando a morte da menina. “Os médicos já suspeitavam que a criança tinha sido agredida, por isso entraram em contato com a polícia”, explicou o delegado.
 
Na noite de quinta-feira, no posto de saúde, a mãe da criança disse aos médicos que a menina caiu da cama. Em depoimento ao delegado, a mulher disse ser usuária de drogas e alegou que a menina foi agredida pelo padrasto enquanto ela teria saído de casa para comprar leite.
 
"Ela disse que chegou em casa e encontrou a filha caída no chão", afirmou Kettenhuber. Ainda segundo o delegado, o padrasto também foi ouvido e negou as agressões. Ele foi liberado em seguida.
 
A mulher permanece presa e foi indiciada por maus-tratos seguido de morte, crime que prevê pena de 4 a 12 anos de prisão. O corpo da criança foi encaminhado ao Instituo de Medicina e Odontologia Legal (Imol). A mãe da menina já tinha passagens pela polícia por roubo, receptação e tráfico de drogas, além de outras denúncias por maus-tratos

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13