Rádios On-line
NEGUINHO DO ÓLEO

Polícia Militar prende irmãos com arma, munições e drogas

O revólver estava escondido no quarto da mãe dos suspeitos

28 ABR 2017 - 08h:49Por Celso Daniel

Dois irmãos – um de 22 e outro de 20 anos – foram presos pela Polícia Militar na tarde da quinta (27) no bairro Vila Alegre em Três Lagoas. A prisão foi feita pelos policiais do Serviço de Inteligência e do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar. A ação ainda contou com o apoio da Rádio Patrulha.

Por volta das 15h, a equipe do Serviço de Inteligência realizava monitoramento depois que a PM recebeu denúncia com a informação que o jovem de 22 anos, conhecido como “Neguinho do Óleo” estaria praticando a venda de entorpecentes. Na tarde da quinta, ele foi visto sentado em frente a uma residência localizada na Rua Egídio Thomé e os policiais viram quando uma motocicleta de cor vermelha, ocupada por duas pessoas parou próximo a casa onde “Neguinho do Óleo” estava sentado.

O condutor da motocicleta realizou uma ligação e os policiais perceberam que “Neguinho do Óleo”, coincidentemente atendeu uma chamada no celular alguns segundo depois. Ficou evidente aos policiais que os ocupantes da motocicleta e o suspeito estariam em contato para realizar uma possível transação de drogas.

Aguardando mais alguns segundos, os dois ocupantes da motocicleta foram vistos indo em direção a “Neguinho do Óleo”, mas no momento em que o garupa desceu da moto e iria se aproximar do suspeito, um policial do Pelotão de Trânsito – que realizava patrulhamento – passou pelo local e o usuário correu e subiu na motocicleta e os dois empreenderam fuga.

Rapidamente os policiais do Serviço de Inteligência fizeram a abordagem do suspeito “Neguinho do Óleo” e o policial do Pelotão de Trânsito percebeu a ação dos militares e deu apoio a equipe.

Em revista pessoal, os policiais encontraram porções de crack que estava escondida na cintura do suspeito. Questionado, “Neguinho do Óleo” negou estar comercializando o entorpecente alegando ser usuário. Com ele também foi encontrada certa quantia em dinheiro.

A mãe do suspeito estava na residência e percebeu a ação policial e foi até a frente da casa. Ela foi informada das denúncias e permitiu que os policiais realizassem uma vistoria dentro do imóvel, mas “Neguinho do Óleo” começou a ficar nervoso e questionar os policiais dizendo que eles não poderiam realizar tal vistoria, mas a mãe do suspeito reforçou a autorização dizendo que os policiais poderiam entrar na casa.

Dentro do imóvel, os policiais encontraram porções de maconha, dinheiro, celulares e um notebook que o suspeito não soube dizer a origem. O material foi apreendido. Algumas munições não deflagradas também foram encontradas no quarto do suspeito.

Durante a vistoria feita no quarto da mãe de “Neguinho do Óleo”, dentro do guarda roupas os policiais encontraram um revólver calibre 32 e mais munições. Logo a mulher disse estar surpresa e negou ter conhecimento que arma estava escondida no guarda roupas. “Neguinho do Óleo” alegou que era o proprietário do revólver, mas o irmão do suspeito – um jovem de 20 anos – chegou à residência e assumiu ser o verdadeiro proprietário da arma.

Diante o flagrante os irmãos receberam voz de prisão e foram levados a Delegacia de Polícia Civil e foram autuados em flagrante, um por tráfico de drogas e outro por posse irregular de arma de fogo de uso restrito, pois a arma estava com a numeração raspada.

Deixe seu Comentário