Rádios On-line

Presídios do MS terão sistema de informações biométrico

As máquinas serão repassadas para 42 unidades penais do Estado, serão entregues na próxima sexta-feira (23)

20 JAN 2009 - 14h:25Por Redação

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) acaba de receber do Depen (Departamento Penitenciário Nacional) 74 novos computadores, todos adquiridos com recursos federais.

As máquinas serão repassadas para 42 unidades penais do Estado, sendo entregues aos respectivos diretores na próxima sexta-feira (23), durante cerimônia na sede da Escola Penitenciária, com início marcado para as 9 horas.

Os computadores serão utilizados na implantação de um novo Sistema de Informações Penitenciárias – o Infopen Gestão, que consiste na identificação por meio do sistema biométrico (leitura digital). Para a implantação completa, o Depen disponibilizará até o final deste ano os leitores digitais, segundo a responsável pelo Infopen na Agepen, Marileide Reis.

Atualmente, o sistema penitenciário estadual já insere dados no Infopen Estatística, atualizando indicadores quantitativos como número de presos, de estabelecimentos prisionais, o grau de escolaridade do detento, o regime de cumprimento de pena, entre outros.

Com o Infopen Gestão, será possível a identificação individual: nome, idade, características físicas, número de processos na Justiça, tipo de crime cometido, quanto tempo resta de pena e muitos outros aspectos da população carcerária brasileira. “Com isso, haverá um cadastro nacional de consulta, permitindo a maior integração das bases de dados das penitenciárias do país”, ressalta Marileide.

Segundo ela, com o sistema também poderá ser automatizada toda a rotina da unidade penal, com cadastro de servidores, internos, advogados, parentes e quem mais passar pelo local.

Treinamento

A responsável pelo Infopen na Agepen informa que o Depen estará agendando para os próximos dias a vinda ao Estado de uma equipe para fazer a capacitação dos servidores para a utilização do Infopen Gestão. “Serão treinados três servidores que atuarão como multiplicadores dos demais que trabalharão com a atualização do sistema”, explica.

Reflexos

O trabalho de unificação e padronização do sistema de informações nacional permite ao Depen a elaboração de um diagnóstico penitenciário do País inteiro, o que contribui no desenvolvimento de outros produtos que promovam políticas públicas integradas para a administração penitenciária.

O InfoPen Gestão de Mato Grosso do Sul, assim como os demais estados que já possuem o sistema, trabalhará em consonância com o Sistema Automatizado de Identificação de Impressões Digitais da Polícia Federal. As informações estarão disponíveis para os órgãos das execuções penais em tempo real, proporcionando mais rapidez no processo das execuções.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: