Rádios On-line

Presos aproveitam greve de policiais para fugir em Três Lagoas

Três presos fugiram da Penitenciária de Segurança Média de Três Lagoas, na BR-158, no fim da tarde de ontem. Eles aproveitaram a greve de cabos e soldados para escapar. Dois foram recapturados.

23 MAI 2013 - 07h:10Por Redação

Três presos fugiram da Penitenciária de Segurança Média de Três Lagoas, na BR-158, no fim da tarde de ontem. A fuga, que pode ter sido influenciada pelos movimentos grevistas das polícias Militar e Civil, iniciadas em todo o Estado, foi registrada por volta das 17h, aproximadamente uma hora depois de os policiais colocarem fim ao movimento.

Conforme o subcomandante da Polícia Militar, major Élcio Almeida, os presos conseguiram ter acesso ao pátio da unidade penal e cortaram a grade de contenção existente em torno da cadeia. Depois disso, com a ajuda de panos, eles escalaram a muralha no fundo da unidade penal.

O oficial, que comandou as operações de busca, explicou que, no momento da fuga, havia policiais militares na muralha, mas eles não conseguiram vê-los pelo ponto escolhido para fuga.

A operação de buscas da PM foi iniciada, segundo o major, logo após a confirmação da fuga. Dois presos já foram recapturados. Eles já estavam na BR-262, que interliga Três Lagoas a Água Clara, onde um veículo já os aguardava para dar apoio na fuga. “Assim que informados, mobilizamos todas as equipes de plantão para dar início às buscas. Dois dos fugitivos foram recapturados e, além disso, prendemos também o casal que os aguardava na BR-262”, completou, por celular, do local da operação.

Os presos teriam fugido para a mata existente atrás da unidade penal.  “Provavelmente, eles se esconderam nessa mata até as coisas se acalmarem e seguiram para a BR-262, onde o carro já os aguardava”.

O casal, que foi encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), a princípio, seria de Três Lagoas. Os dois estavam em um veículo Corsa. Os nomes não foram divulgados até o fechamento dessa edição. Conforme Almeida, um dos presos, que continua foragido, tinha passagens por roubo. “Não estou com a ficha criminal nesse momento, mas como estão na Penitenciária de Segurança Média, não se trata de presos de alta periculosidade, nem também de casos simples. São pessoas que requerem atenção especial”, explicou o oficial. Até às 20h de ontem, as buscas da Polícia Militar ainda não haviam sido encerradas.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13