Rádios On-line
CONTABILIDADE CONTROLADA

Rotai prende trio que comercializava drogas no Jardim Carioca

Um deles era detento do semiaberto e a namorada ajudava a vender o entorpecente

23 JUL 2017 - 01h:28Por Celso Daniel

Dois homens - um de 21 e outro de 18 anos - e uma mulher de 19 anos foram presos pela Rondas Ostensivas e Táticas do Interior (ROTAI) da Polícia Militar de Três Lagoas na tarde do sábado (22). Segundo a polícia, os três praticavam a venda de entorpecentes no bairro Jardim Carioca.

Segundo informações obtidas através do boletim de ocorrência, por volta das 17h30 a equipe da Rotai realizava patrulhamento pela Rua João Dantas esquina com Rua das Garças e os policiais viram quando duas pessoas começaram a correr e pular o muro de algumas residências quando perceberam a presença da polícia na região.

Os policiais conseguiram alcançar os suspeitos quando os dois tentavam se esconder na casa da mulher de 19 anos.

Em uma revista pessoal, os policiais emcontraram porções de crack que estavam no bolso da roupa do suspeito de 18 anos. O homem de 21 anos confessou que era detendo do presídio semiaberto de Três Lagoas e revelou que a casa era da namorada dele.

Questionados sobre a droga, os três envolvidos negaram praticar a venda de entorpecentes, mas dois policiais perceberam que uma das telhas da casa estava fora do lugar e quando foi feita uma busca minuciosa, mais porções de crack que estavam em uma sacola plástica foram encontradas, além de petrechos para embalar a droga para a venda. Folhas de caderno com anotações da contabilidade da movimentação da venda do entorpecente também estava embaixo da telha.

Diante o flagrante, o suspeito de 18 anos confessou que correu ao ver a viatura policial porque estava vendendo a droga em companhia do comparsa de 21 anos.  A mulher disse que não sabia de nada,  pois muitos amigos frequentavam a casa dela e ela não tinha conhecimento de que a droga e as folhas com as anotações estavam embaixo da telha na residência que pertence a avó da suspeita, mas segundo a polícia, a mulher ajudava o namorado a vender o crack.

Os três envolvidos receberam voz de prisão e foram levados a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) e foram autuados em flagrante pelo delegado de plantão da Polícia Civil.

Deixe seu Comentário