Rádios On-line
11559

Segurança do MS vai receber novos investimentos em 2009

De acordo com Jacini, o combate ao crime deve receber em 2009 contínuo aporte de recursos

15 JAN 2009 - 14h:58Por Redação

O secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, reafirmou ontem (14), durante a posse dos novos delegados titulares da Diretoria Geral de Polícia Civil, que a área, apesar das perdas de arrecadação em função da crise, continua sendo prioridade do governo. De acordo com Jacini, o combate ao crime deve receber em 2009 contínuo aporte de recursos.

Segundo Wantuir Jacini, tem início este mês o período de treinamento dos policiais civis que passaram no concurso realizado em 2008. No total, foram oferecidas 325 vagas: 30 para delegado, 28 para perito médico legista substituto, 45 para perito criminal substituto, 150 para escrivão de polícia judiciária/3ª classe, 50 para investigador de polícia judiciária/3ª classe e 22 vagas para perito papiloscopista.

Também serão abertas vagas para 400 novos policiais militares através de concurso público e intensificadas as compras de viaturas, pistolas e computadores para uso nas delegacias.

Investimentos em 2008 

O governo do Estado investiu no ano passado na recuperação das policias Civil e Militar, que atuavam com recursos limitados. Foram injetados mais de R$ 35 milhões na reestruturação das corporações.


O principal investimento aconteceu na formação de novos policiais. Um concurso público garantiu a contratação de mil novos policiais militares, que finalizam o curso preparatório e que já participam de operações de segurança.

Mato Grosso do Sul também incrementou a frota de veículos das polícias Militar, Civil e do Corpo de Bombeiros. São ao todo 372 viaturas somente em 2008. Os investimentos ultrapassaram os R$ 15,5 milhões.

A missão do governo é fazer com que a frota da Secretaria de Justiça e Segurança Pública tenha no máximo quatro anos. Em 2010, as viaturas mais antigas serão os veículos entregues em 2008.

Além disso, foram aplicados recursos na aquisição de armamentos, uniformes, reformas de unidades prisionais e de delegacias e na reestruturação dos setores de informática e inteligência das polícias.

Foram aplicados R$ 1.778.675,04 na compra de mais de 23 mil fardamentos para a Polícia Militar e os Bombeiros de todos os municípios. Também foram adquiridas 7,2 toneladas de munição para as polícias, onde foram aplicados R$ 1.060.845,00. São 610 mil unidades de diversos calibres, inclusive de treinamento: 32, 38, 357, 40, 45, 762, 765, 12 e 9 milímetros.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13