Rádios On-line

Cardozo diz que governo abriu 7 mil novas vagas em presídios no ano passado

20 NOV 2012 - 18h:10Por Redação

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse agora há pouco que o governo abriu sete mil novas vagas para presos no ano passado e que está, portanto, agindo para melhorar a situação prisional do País. Ele lembrou, porém, que esse é um trabalho conjunto, que precisa do apoio de estados e municípios.

Cardozo defendeu a separação dos presos de maior periculosidade dos menos perigosos dentro de presídios de segurança máxima. Ele ressaltou que presos menos violentos junto com chefes de facções, vivendo em presídios em péssimas condições, acabam se tornando perigosos até como forma de sobreviver naquele ambiente.

O ministro disse ainda que colocou o equipamento de rastreamento de criminosos à disposição da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e que agora cabe ao governo paulista decidir se usará ou não o equipamento.

Na semana passada, em um encontro com empresários paulistas sobre presídios, José Eduardo Cardozo disse que preferia morrer a cumprir uma pena longa em uma prisão brasileira.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13