Rádios On-line
8993

Cientista político recomenda pesquisar passado de candidatos

Passado é a única matéria-prima que eleitor tem para saber quais as chances de que as promessas sejam cumpridas

29 SET 2012 - 11h:36Por Reprodução Internet

O cientista político da Universidade de Brasília (UnB) Leonardo Barreto, recomenda que o eleitor procure saber se o candidato tem experiência administrativa ou se é suspeito de envolvimento em esquemas de corrupção.

Segundo ele, o passado de um candidato é a única matéria-prima que o eleitor tem para saber quais são as chances de que ele realmente cumpra, depois de eleito, as promessas feitas durante a campanha.


“Os candidatos falam de projetos para o futuro, que não sabemos se poderão ser de fato cumpridos. O eleitor deve, então, buscar elementos para verificar, no passado deles, a probabilidade de que as promessas realmente se concretizem”, recomenda Barreto.

Ele destaca que simpatia e carisma são atributos que não devem ser deixados de lado na hora da escolha, mas não podem, “de forma alguma”, se sustentar sozinhos.

“Os grandes líderes devem ter carisma e capacidade de comunicação, mas também lastro político, um passado de contribuições relevantes. Na medida em que a democracia brasileira amadurece, não cabem mais pessoas que tenham apenas carisma.”, acrescenta.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13