Rádios On-line
DEPOIMENTO

Depoimento de Delcídio é remarcado para a próxima terça-feira

Nesta terça-feira, ele deveria ter prestado esclarecimentos em relação ao processo por quebra de decoro, mas optou por não comparecer

19 ABR 2016 - 15h:09Por Redação

Para atender a pedido do advogado de defesa do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), Raul Amaral, o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar remarcou para a próxima terça-feira (26) o depoimento do investigado.

Nesta terça-feira (19), ele deveria ter prestado esclarecimentos em relação ao processo por quebra de decoro, mas optou por não comparecer, segundo comunicação enviada ao Conselho na segunda-feira (18). A justificativa é de que o Supremo Tribunal Federal (STF) ainda não realizou o traslado de toda a documentação referente a seu caso ao colegiado.

Ele foi preso em novembro do ano passado sob a alegação de obstrução de investigações em relação à Operação Lava Jato, sendo solto após 87 dias e o fechamento de um acordo de delação premiada.

Para o relator do processo, senador Telmário Mota (PDT-RR), a quarta tentativa de se ouvir o senador é a prova cabal de que o Conselho, "de nenhuma maneira", tenta cercear o direito de defesa por parte de Delcídio. Telmário reiterou que cabe ao Senado julgar se o senador feriu ou não o decoro parlamentar em relação a seu envolvimento em suposto plano de fuga do país do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Não são aspectos penais referentes a esse caso que serão julgados, disse. (Assessoria Senado)

Deixe seu Comentário