Rádios On-line

Dois secretários devem deixar o cargo no final do ano

Getúlio Neves já decidiu que não será mais secretário de Obras

18 OUT 2012 - 08h:19Por divulgação

Desde o dia que foi reeleita, a prefeita Márcia Moura (PMDB) já havia declarado que algumas alterações estariam acontecendo em seu secretariado. Entre as mudanças, uma já está certa, a saída de Getúlio Neves da Secretaria de Obras à pedido dele. Marco Garcia é outro que vai comunicar à prefeita que pretende deixar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Desde que assumiu a pasta, ele já havia declarado que pretendia permanecer no cargo até o final deste ano.

Getúlio Neves, por sua vez, disse que há dois meses já havia conversado com a prefeita sobre a intenção de deixar a secretaria no final deste ano, e manteve a decisão após um problema de saúde. O secretário comentou que a decisão é pessoal, e nada contra a administração e nem a prefeita. Ele afirmou que pretende continuar prestando serviço para a Prefeitura, contudo, menos como secretário de Obras, até porque é concursado do município.

De acordo com Neves, ser secretário de Obras é muito desgastante. Ele acredita que pode contribuir mais para a cidade, estando fora deste cargo. “Estar secretário de Obras, é muito estressante e detalhista. Tenho que ficar vinculado a algumas ações do dia a dia, a pequenos detalhes como um buraco, ou outros problemas corriqueiros. Perco muito tempo cuidando de questões simples, enquanto existem grandes problemas para serem resolvidos”, comentou.

Apesar de a prefeita não ter respondido ao seu pedido, Getúlio disse que a decisão é certa. “Acredito que produzo bastante como secretário, mas preciso ficar com um tempo mais livre para produzir melhor e contribuir mais com Três Lagoas”, frisou. Neves completará oito anos à frente da Secretaria de Obras. Ele assumiu a pasta a convite da ex-prefeita Simone Tebet, que a trouxe de Coxim para comandar a secretaria, já que tinha experiência como secretário de Obras daquele município. “Foram oito anos de muita contribuição, mas o desgaste físico é muito grande”, destacou.

Durante o período em que esteve à frente da Secretaria de Obras, Getúlio acredita que houveram muitas melhorias na cidade, principalmente relacionadas à parte técnica. Ele citou como exemplo, obras de asfalto e drenagem que teve um enfoque por parte da administração municipal. Contudo, ressaltou que outras obras poderiam ter sido colocadas em práticas, não fosse à falta de recursos para a pasta, em detrimento de outras áreas como saúde e educação que necessitam de mais verba.

 

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13