Rádios On-line
DIA DE PROTESTAR

Entidades convocam manifestação anti-Dilma para este domingo

Lojas maçônicas lideram organização de protesto, no período da tarde, em Três Lagoas e Paranaíba

12 MAR 2016 - 05h:13Por Ana Cristina Santos

Atos de protesto contra o governo federal, pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e em apoio ao juiz Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, estão programados para este domingo, dia 13, em todo o país, com previsão de participação de 2 milhões de pessoas, em todos os Estados e no Distrito Federal.

Em Três Lagoas, a manifestação é liderada por cinco lojas maçônicas, entidades de classe, clubes de serviços e grupos religiosos, entre outras. De acordo com Júlio César Couto Elias, da Loja Maçônica Renascença, são esperadas 500 pessoas na manifestação, prevista para às 15h,  no centro da cidade. A previsão de público é baseada em atos semelhantes, realizados na cidade em março e agosto de 2015, 

O empresário Márcio Hirade, da Loja Maçônica Regente Feijó, disse que é preciso combater com a corrupção. “A corrupção está fora de controle. Não temos educação, saúde, segurança. O Brasil parou por falta de condições financeiras e morais”, disse. 

Se comprovadas as suspeitas contra o governo,  a presidente Dilma não tem mais condições de governar o país, na opinião de Márcio Hirade. 

Também haverá manifestação liderada por lojas maçônicas em Paranaíba. “A indignação com o situação do país gerou o espirito patriótico”, afirmou o dentista Cleber Augusto Lima, um dos organizadores da manifestação na cidade.

Em Aparecida do Taboado, porém, não havia nenhuma movimentação para a realização de protesto.

LULA
As manifestações devem ter como pauta o pedido de prisão de Lula, pelo Ministério Público de São Paulo, por corrupção, divulgado na quinta-feira. 

Deixe seu Comentário