Rádios On-line
8992

Governo vai lançar medidas para reduzir desigualdades sociais

O anúncio foi feito pelo ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro

28 JAN 2009 - 14h:33Por Redação

Em parceria com estados e municípios, o governo federal lançará em março pactos, com metas, nas cinco regiões brasileiras para acelerar a redução de desigualdades sociais no país. O anúncio foi feito pelo ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, na abertura da reunião entre ministros e governadores do Norte e Nordeste.

No encontro, que reúne 17 governadores, no Palácio do Planalto, estão sendo discutidas estratégias de atuação integrada para reduzir o analfabetismo, a mortalidade infantil, acabar com o sub-registro civil e fortalecer as ações na agricultura familiar.

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse aos governadores que as desigualdades regionais devem ser colocadas na ordem do dia. Para que sejam solucionadas, acrescentou ela, é que é preciso superar as diferenças no desenvolvimento social, classificadas por ela como “inaceitáveis”.

Dilma destacou a atuação articulada entre os estados e a União. “Quando não se tem ações articuladas, não se tem um projeto de desenvolvimento. Nosso desafio é articular essas ações”.


Ela afirmou também que é possível uma contribuição da União para solucionar os problemas, “principalmente agora que enfrentamos uma crise em que o investimento público será fundamental”.

Durante todo o dia, os governadores permanecem reunidos. Ao final da tarde, o encontro será encerrado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os temas centrais da discussão se concentram em áreas como analfabetismo e mortalidade infantil. No passado, após a divulgação dos resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o presidente Lula não gostou de saber que o Norte e Nordeste lideram o ranking nacional nessas áreas.

Participam da reunião os governadores do Norte, no caso Amazônia Legal – Amazonas, Amapá, Acre, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins - e do Nordeste – Alagoas, Bahia, Ceará, Piauí, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Nas discussões com os governadores estão presentes os ministros de Relações Institucionais, José Múcio; da Educação, Fernando Haddad; da Saúde, José Gomes Temporão; do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel; da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vanucchi; e da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger.

Em meados deste mês, o ministro José Múcio havia informado que o ciclo de reuniões com governadores seria iniciado com os representantes do Norte e do Nordeste e que a partir de fevereiro serão realizados encontros com os governadores das outras três regiões do país.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13