Rádios On-line
9248

Lula não vai interferir na disputa da Câmara e Senado

27 JAN 2009 - 06h:55Por Redação

A eleição dos presidentes da Câmara e do Senado, marcada para o dia 2 de fevereiro, foi um dos temas discutidos ontem (26) na reunião de coordenação política, no Palácio do Planalto, com a participação de ministros e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo participantes da reunião, o melhor cenário para a disputa seria o consenso em torno de candidaturas únicas para as duas Casas. No entanto, com a entrada de José Sarney (PMDB-AP) na disputa no Senado, o governo optou por não interferir no processo e deixar que o resultado seja definido unicamente pela dinâmica dos partidos, afirmaram fontes do Palácio do Planalto.

Conforme relatos das fontes, também foram discutidos temas da área econômica. O presidente e os ministros consideraram positivos os efeitos das medidas anunciadas na última semana para manter o otimismo no setor. Eles se referiam à liberação de R$ 100 bilhões para o Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e ao plano de investimentos anunciado pela Petrobras, no valor de US$ 174 bilhões até 2013.

Participaram da reunião de coordenação política os ministros de Relações Institucionais, José Múcio; da Casa Civil, Dilma Rousseff; da Fazenda, Guido Mantega; do Planejamento, Paulo Bernardo; da Secretaria de Comunicação, Franklin Martins; da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Dulci;  e da Justiça, Tarso Genro.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13