Rádios On-line
IMPEACHMENT

Manifestantes pró e contra impeachment fazem ocupações em São Paulo

Manifestantes contra a abertura do processo de impeachment de Dilma ocupam um espaço no Largo da Batata

11 ABR 2016 - 20h:50Por Redação

Desde domingo (10), manifestantes contra a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff ocupam um espaço no Largo da Batata, na zona oeste da capital paulista, com 18 barracas. Eles fazem parte do coletivo A Rua e do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e pretendem permanecer no local até domingo (17), quando se unirão a outros grupos sociais em um ato no Vale do Anhangabaú, no centro da cidade.

“Nossa ideia foi pegar essa energia de mobilização contra o golpe – porque, na nossa opinião, esse pedido de impeachment que está tramitando no Congresso é um golpe – e resolvemos vir aqui para o Largo da Batata para chamar mais a atenção e fazer uma mobilização mais permanente até conseguirmos barrar o golpe, no domingo”, disse Josué Medeiros, do coletivo A Rua. “No sábado (16), vamos encerrar aqui nossas atividades para, no domingo, podemos nos juntar lá [no Anhangabaú] com a Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo.”

Segundo Medeiros, os manifestantes e artistas que ocupam o Largo da Batata defendem, principalmente, a democracia. “Essa não é uma defesa do governo, mas da democracia. Mas sabemos que, se tiver um impeachment como esse, que é um golpe, a situação para quem luta ou quer transformar o Brasil vai piorar com mais repressão e mais cerceamento dos direitos e das liberdades”, ressaltou.

Deixe seu Comentário