Rádios On-line
8995

Ministério Público vai oferecer ?cursinho? para prefeitos eleitos

O objetivo é evitar que problemas, que poderiam ser sanados ainda no início, levem a operações, denúncias e punição na Justiça

30 OUT 2012 - 10h:44Por Redação

O MPE (Ministério Público Estadual) vai chamar os prefeitos eleitos para reuniões com orientações sobre administração pública. O objetivo é evitar que problemas, que poderiam ser sanados ainda no início, levem a operações, denúncias e punição na Justiça. “Muitas dessas ações poderiam ser evitadas, quase 90% do que a gente investiga é por irregularidade”, afirma o corregedor-geral do MPE, Mauri Valentim Riciotti.

Ele afirma que teve uma primeira conversa com o presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Jocelito Krug, e que será realizada reunião na próxima quinta-feira para definir a estratégia de ação e um cronograma. A prestação de orientações também pode ser estendida aos presidentes das Câmaras.

Conforme Mauri Riciotti, os prefeitos serão orientados para estabelecer controle interno. E, por exemplo, ao assumirem o mandato acionem os órgãos de fiscalização logo que perceberem irregularidades. “Para corrigir a tempo”, enfatiza o corregedor.

Em agosto, foram investigadas irregularidades nas Câmaras de Deodápolis e Glória de Dourados. Em setembro, as investigações foram na Câmara de Bonito e na prefeitura de Paranaíba. No mesmo mês, foi realizada operação em Aquidauana.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13