Rádios On-line
9098
Nova Estrela 0603

Moradores têm casas alagadas por conta das chuvas

As chuvas de ontem castigaram Três Lagoas

9 NOV 2012 - 08h:03Por Daniel Gimenes

As chuvas de ontem castigaram Três Lagoas. Ruas e casas ficaram alagadas em diversos bairros da cidade. Acidentes foram registrados devido a buracos e crateras abertos nas vias. Veículos ficaram atolados e alguns danificados. Os pontos mais críticos, onde casas foram inundadas, foram o Jardim Alvorada, a Vila Alegre, a Vila Carioca, São Carlos, Vila Piloto, as ruas Yamaguti Kankiti, Elviro Mario Mancini e João Gonçalves de Oliveira, ao lado do quartel.

A moradora da Cohab do Jardim Alvorada, Sônia Maria, conhece bem esse problema. Há 15 anos, ela reside no bairro e disse que sempre que ocorre uma chuva intensa é assim. “Estamos cansados dessa situação e ninguém toma providências. Sei que choveu bastante, mas em cinco minutos de chuva já começou a inundar tudo”, disse a moradora.

Ela contou que antes da eleição ligou para o diretor do Departamento de Obras e Serviços e solicitou que fosse feita a limpeza do bueiro, ao lado da escola Maria Eulália Vieira, já que estava bem sujo. “Ele pediu que eu aguardasse depois da eleição que ele mandaria limpar, mas até hoje não foi limpo. Não suportou cinco minutos de chuva e começou a inundar tudo. Todos os anos é assim”, disse.

 Sônia comentou que os moradores já estão acostumados a perder os bens materiais. “Quem não sofre na pele isso aqui, não está nem aí. Já fui até a Prefeitura para ter isenção de IPTU por conta dessa situação, mas eles falam que vão analisar e não fazem nada. Eu nem pago mais IPTU. Quero só ver se eles vão tomar minha casa”, desabafou a moradora que estava revoltada.

O personal Alison Silas, morador também do Jardim Alvorada, disse que a residência começou a ficar alagada por volta das 16 horas. Ele relatou que a água chegou à altura da pia da cozinha. O muro da residência desabou com a chuva de ontem à tarde. Jane Estevão, moradora há 50 anos do mesmo bairro, sabe mais do que ninguém o que é conviver com os problemas ocasionados pelas fortes chuvas. Ontem, foi mais um dia em que ela teve a residência inundada e os móveis danificados. “Já estou cansada de perder móveis. Já perdi carro, moto. É sempre assim”, desabafou.

Moradores da rua Yamaguti Kankiti também enfrentaram os problemas de alagamentos com as chuvas de ontem. Carlos Garcia disse que a drenagem que foi feita não resolveu o problema. Além de casas, carros ficaram atolados nas vias próximas a Yamaguti Kankiti. Na rua Odonaldo Ferreira Dutra, por exemplo, um caminhão caiu em um buraco em razão do asfalto ter cedido com a chuva. Não sobrou praticamente nada do pavimento na rua. Os moradores reclamaram que o serviço feito no local foi de péssima qualidade.

Apesar de todos esses problemas, nenhuma ocorrência de maior gravidade tinha sido registrada até o fechamento desta edição. O Corpo de Bombeiros foi solicitado para prestar atendimento em alguns pontos da cidade.

Segundo o secretário de Obras, Getúlio Neves da Costa Dias, choveu quase cem milímetros ontem. Ele disse que esse tipo de chuva não ocorre sempre e, geralmente, os sistemas de captação de água não comportam esse volume de chuvas. O secretário disse que a Defesa Civil é que estava responsável por analisar as situações ocasionadas pelas chuvas. O Jornal do Povo não conseguiu falar com o responsável pelo órgão.


Deixe seu Comentário

TVC Canal 13