Rádios On-line
11559

Obama assina lei que iguala salários entre homens e mulheres

30 JAN 2009 - 05h:56Por Redação

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou ontem (29) sua primeira lei desde que assumiu o cargo, a de Igualdade Salarial, em um ato emocionante do qual tomou parte Lilly Ledbetter, a trabalhadora que, com sua denúncia, provocou a mudança da legislação nacional sobre o assunto.
Obama assinou a lei em frente às câmeras, ao vivo, e acompanhado do vice-presidente, Joseph Biden, da secretária de Estado, Hillary Clinton, e da própria Ledbetter, que se emocionou ao receber aplausos.
Ledbetter era supervisora da empresa de pneus Goodyear Tire and Rubber Company em Gadsden, no Alabama. Pouco antes de se aposentar, soube que, durante 15 anos, a empresa pagou a ela 40% menos que aos homens pelo mesmo tipo de trabalho.
Por esta razão, entrou com um processo e ganhou, mas a Suprema Corte americana posteriormente rejeitou a ação, em uma votação por 5 a 4, na qual alegou que ela demorou muito para apresentar a queixa.
Segundo a Suprema Corte, a mulher devia ter entrado com o processo em um prazo de 180 dias desde o primeiro cheque "discriminatório" que recebeu.
A lei promulgada nesta quinta-feira por Obama suprime esta decisão.
O texto -que foi aprovado pelo Congresso na semana passada- facilitará os processos judiciais em casos de discriminação sobre salários relacionados à idade, sexo, raça, religião ou país de origem.
Um projeto similar havia sido vetado pelo ex-presidente George W. Bush.
"Com a assinatura desta lei, estamos defendendo um dos primeiros princípios desta nação; que todos somos iguais e que temos direito a perseguir nossa própria versão da felicidade", disse o presidente minutos antes da assinatura. (Com informações do G1)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13