Rádios On-line
ELEIÇÕES 2016

Paulo Salomão diz que ficou lisonjeado em ser escolhido vice de Guerreiro

Guerreiro adiantou que, se eleito, o vice terá espaço e liberdade para trabalhar

31 JUL 2016 - 15h:03Por Ana Cristina Santos

De família tradicional em Três Lagoas, o médico e empresário Paulo Salomão Nery, de 36 anos, disse que ficou lisonjeado em ser escolhido o vice na chapa encabeçada pelo deputado Ângelo Guerreiro (PSDB), na disputa pela prefeitura da cidade, nas eleições deste ano.

Além de Paulo, o vereador Marcus Bazé (DEM) e o empresário João Juveniz (Solidariedade) eram cotados para o cargo.  No entanto, após consenso entre os partidos que formam o arco de aliança, o PSDB optou por escolher o vice do mesmo partido de Guerreiro.

Ângelo disse que são excelentes nomes, e que se pudesse e tivesse espaço na chapa majoritária, escolheria os três indicados para o cargo de vice. Entretanto, ressaltou que Paulo contribuirá muito na campanha e, caso eleito, também na futura administração. “É jovem, médio e um investidor, e de família tradicional em nossa cidade”, destacou.

Guerreiro adiantou que, se eleito, o vice terá espaço e liberdade para trabalhar. “O vice tem que trabalhar, tem que ir busca de investimentos para nossa cidade e ajudar, principalmente na área da saúde. Se eleito, não vou engessar o vice, não existe esse negócio de ciumeira” adiantou o deputado.

Paulo Salomão, por sua vez, disse que aceitou o convite com essa condição de poder ajudar a cidade e retribuir tudo o que o município proporcionou a sua família. Adiantou que, se o projeto for vitorioso, pretende trabalhar muito em prol do social e, em busca de novos investimentos para a cidade e na geração de mais empregos. “Só entrei nesse projeto porque sabia que o trabalho seria grande e responsável. Estou preparado para as missões que o Guerreiro me determinar”, ressaltou Paulo.


 


 

Deixe seu Comentário