Rádios On-line

PT decide apoiar a administração de Márcia Moura

A decisão ficou por conta do grupo ?Movimento PT?, composto por 15 pessoas

10 DEZ 2012 - 08h:12Por Ana Cristina Santos

Em reunião tensa realizada na noite de sexta-feira, o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu apoiar a administração da prefeita Márcia Moura (PMDB) nos próximos quatros anos. Apesar da abstenção na votação por parte de 11 petistas, a maioria, composta por 14 pessoas, votou a favor de o PT apoiar a próxima administração municipal. A decisão ficou por conta do grupo “Movimento PT”, composto por 15 pessoas. Entretanto, 14 votaram, já que o médico Marco Lúcio deixou a reunião antes da votação.

Os petistas que decidiram apoiar a administração peemedebista são ligados ao grupo do senador Delcídio do Amaral (PT). Os dois vereadores eleitos pelo PT, Gilmar Garcia Tosta e Idevaldo Claudino, fazem parte desse grupo e, bem antes das eleições municipais, já defendiam o apoio do partido à reeleição de Márcia Moura. Apesar disso, na época, houve votação e, após um empate, coube ao presidente do PT desempatar. Na ocasião, ele definiu que a agremiação deveria apoiar a candidatura de Ângelo Guerreiro a prefeito.

Passadas as eleições, o embate dentro do partido: Afinal, qual será o posicionamento do PT em relação à próxima administração peemedebista. Na semana passada, a prefeita Márcia Moura encaminhou uma carta ao diretório municipal do PT agradecendo o apoio e solicitando que o partido apoiasse sua administração.

Diante disso, o assunto foi levado para discussão dentro da reunião ordinária do PT, que aconteceu ontem à noite na sede do diretório do partido. Alguns petistas, em especial os que pertencem ao grupo de esquerda, manifestaram-se contra a ideia de apoiar a administração de Márcia Moura. Em razão do clima de tensão, outros defenderam que a questão deveria ser mais bem discutida e, somente após esclarecimentos sobre como seria esse apoio e, em troca do que o PMDB queria a parceria do PT, é que o assunto seria levado à votação.

Durante a reunião, foi mencionada a possibilidade de o vereador Idevaldo Claudino assumir a Secretaria de Esportes na próxima gestão. Com isso, ele abriria lugar na Câmara Municipal para a professora Yara do PT.

Entretanto, ela, assim como o seu grupo, contrário ao apoio do PT ao PMDB, disse que se isso acontecesse, seria oposição à administração.
Apesar do resultado da votação, o presidente do partido, Nivaldo dos Reis, ressaltou que deveria recorrer da decisão junto à executiva estadual do PT.

“Eles vão quer usar o Estatuto, mas ele já nos favorece, já que foram eles que traíram o PT, quando houve uma decisão para apoiar o Guerreiro e eles apoiaram a Márcia”, disse o presidente do PT. Nivaldo ressaltou que poderia ser instalada uma comissão de ética para analisar, inclusive, a possibilidade de o senador Delcídio do Amaral indicar o secretário na próxima gestão, sem a aprovação do diretório municipal do partido.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13