Rádios On-line
ALIANÇA

PT negocia participação em grupo liderado por Rímoli

PROS e PT devem fazer parte do bloco de apoio a pré-candidatura de Rógerson Rímoli

18 JUN 2016 - 09h:05Por Ana Cristina Santos

PROS e o PT devem caminhar juntos nas eleições deste ano, em Três Lagoas. Segundo a presidente do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores, Cristiane Lopes, já está quase certo em relação à coligação para eleição de vereadores. Ambos conversam sobre a possibilidade de integrarem o bloco partidário formado por PDT, PSB, PMDB, PSL, PV, PEN, PSDC, PPS e PPL.

Segundo Cristiane, se o PROS não coligar-se ao bloco, os partidos caminharão juntos na eleição para prefeito. No entanto, de acordo com o presidente do diretório municipal do PROS, Fabrício Venturoli, há 80% de chances de o partido fazer parte do bloco em apoio à pré-candidatura do empresário e advogado Rógerson Rímoli na disputa pela Prefeitura de Três Lagoas.

Fabrício, inclusive deve ser o vice na chapa encabeçada por Rímoli. A união ainda não foi anunciada porque, segundo Fabrício, o partido ainda vai discutir sua participação na elaboração do projeto de campanha do bloco.

Embora a maior probabilidade seja de que o PROS faça parte do bloco, não está descartada a possibilidade de Fabrício sair candidato a prefeito, com o apoio do PT. A reportagem apurou que ele estaria “sofrendo pressão” do partido para não aceitar ser o vice na chapa de Rímoli, já que estaria em melhores condições em pesquisas.

Rímoli disse que mantém conversas com Fabrício e espera tê-lo como vice. Diz ainda que o bloco está unido e que, na semana que vem, deve anunciar adesão de mais um partido ao bloco.

O presidente do diretório do PMDB, deputado estadual Eduardo Rocha, afirmou que o bloco tem condição de vencer a disputa. “Não existe eleição ganha antes da hora. Quem tem medo de disputa não pode ir para o embate”, disse.

Deixe seu Comentário