Rádios On-line
8992

Senado corta R$ 51,1 milhões de gastos

Não mais serão pagos cursos nem diárias para servidores fazerem cursos fora de Brasília

4 FEV 2009 - 09h:27Por Redação

O presidente do Senado, José Sarney, assinou, na noite desta terça-feira (3), três atos administrativos, cortando R$ 51,1 milhões no orçamento de custeio e investimento do Senado. De acordo com o diretor-geral da Casa, Agaciel Maia, com esses atos, a Gráfica (Secretaria Especial de Editoração e Publicação) fica proibida de imprimir qualquer material que não seja próprio da atividade parlamentar. E mais: os órgãos administrativos da Casa ficam obrigados a ajustar-se para cortar suas despesas sem prejuízo do serviço. E não mais serão pagos cursos nem diárias para servidores fazerem cursos fora de Brasília.

Segue a íntegra dos três atos assinados pelo presidente, ainda sem numeração.

ATO DO PRESIDENTE

Nº, DE 2009


O PRESIDENTE DO SENADO FEDERAL, no uso das competências regimentais e regulamentares que lhe foram atribuídas; e,

Considerando a necessidade de adequar o Senado Federal às contingências de redução orçamentária;

Considerando que o planejamento de gastos administrativos e sua redução impõem-se como maneira de adequar o Senado Federal à atual situação econômica e financeira global;

Considerando que se impõe reduzir os custos envolvidos na atividade de impressão gráfica e publicações pela Secretaria Especial de Editoração e Publicações do Senado Federal - SEEP.

RESOLVE:


Art. 1º - Ficam proibidas a impressão, editoração e publicação de qualquer material que não seja inerente às atividades parlamentares, ao Conselho Editorial e a manutenção e renovação de material de expediente administrativo.

Art. 2º - Este Ato entra em vigor na data de sua publicação.

Senado Federal, em

JOSÉ SARNEY

Presidente do Senado Federal

ATO DO PRESIDENTE

Nº, DE 2009


O PRESIDENTE DO SENADO FEDERAL, no uso das competências regimentais e regulamentares que lhe foram atribuídas; e,

Considerando que o planejamento de gastos administrativos e sua redução impõem-se como maneira de adequar o Senado Federal à atual situação econômica e financeira global;

RESOLVE:

Art. 1º Promover corte da ordem de 10% (dez por cento), correspondente ao montante de R$ 51.151.623,00, no orçamento global do Senado Federal nas rubricas de custeio e investimento constante da Lei nº 11.897, de 30 de dezembro de 2008.

Art. 2º Os Órgãos da Casa procederão ao ajuste necessário visando a manutenção dos serviços e estabelecendo cronograma de prioridades na programação das atividades e projetos.

Art. 3º Este Ato entra em vigor na data de sua publicação.

Senado Federal, em

JOSÉ SARNEY

Presidente do Senado Federal

ATO DO PRESIDENTE

Nº, DE 2009


O PRESIDENTE DO SENADO FEDERAL, no uso das competências regimentais e regulamentares que lhe foram atribuídas; e,

Considerando a necessidade de adequar o Senado Federal às contingências de redução orçamentária;

Considerando que o planejamento de gastos administrativos e sua redução impõem-se como maneira de adequar o Senado Federal à atual situação econômica e financeira global;

Considerando a ampla oferta de cursos em especialização e pós-graduação oferecidos em Brasília/DF por diversas instituições de ensino.

RESOLVE:


Art. 1º - Fica suspensa a concessão de quaisquer treinamentos, seminários, congressos e cursos que se realizem fora de Brasília/DF, aos servidores do Senado Federal e Órgãos Supervisionados.

Parágrafo Único - Em nenhuma hipótese serão pagas passagens, diárias ou ajuda de custo aos servidores do Senado Federal e dos Órgãos Supervisionados pela eventual participação nas atividades descritas no caput deste artigo.

Art. 2º - Este Ato entra em vigor na data de sua publicação.

Senado Federal, em

JOSÉ SARNEY

Presidente do Senado Federal
 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13