Rádios On-line
ALIANÇAS

Tucanos saem da eleição já com pré-candidato para 2022

PSDB elegou 37 prefeitos e já fala em alianças para a disputa do Governo

21 NOV 2020 - 11h:00Por Gabi Couto

Depois de encerrar as eleições municipais com um resultado classificado como satisfatório pelos tucanos, o PSDB já mira a sucessão do governador Reinaldo Azambuja em 2022. “Nós não vamos esconder a regra do jogo. Temos o nosso secretário Eduardo Riedel para ser preparado dentro do nosso partido para ser pré-candidato a governador de Mato Grosso do Sul”, revelou o presidente regional do partido, Sérgio de Paula. 

Para o governador o segredo para manter a legenda por mais quatro anos será a política de resultado. “Em 2018 tivemos muitos parceiros e se estamos aqui hoje, isso se deve aos aliados que trabalharam por nossas eleições. Nós nunca queremos ser unanimidade, porque ela é burra. Política é gesto e fizemos gesto de parceria neste ano. Ninguém faz política sozinho.”

O recado do líder dos tucanos é para manter o diálogo com os partidos que estão com o governo nos últimos anos. “Agora é focar o governo, trabalhar com aliados e fortalecer. O Eduardo está preparado para enfrentar a discutição no partido internamente. Fomos generosos também com nossos aliados em 2020. Isso mostra o que é a política é pluralidade é dividir o poder com aliados e o partido.”

Eduardo Riedel é o pré-candidato do PSDB, mas o desejo de outras siglas na disputa majoritária nos próximos dois anos pode mudar o planejamento. “O partido tem que ter a generosidade de abrir espaços, discutir com aliados e não mudar a política de resultado”, acrescentou Azambuja. O próprio governador ainda não definiu se irá disputar vaga para o Senado. “Eu posso em 2022 ser ou não ser candidato. Essa decisão eu tenho tempo para tomar. Meu compromisso é com Estado.”

A partir de agora o governo está focado em fazer entregas e manter a política municipalista. “Bom resultado de entrega é um bom resultado nas urnas. Vamos fazer agenda com os 79 municípios. Temos muita coisa positiva do governo pactuada em áreas vitais. O foco agora é na gestar e manter atenção nos aliados. E a partir do final de 2021 olhar em 2022”. destacou o chefe do Executivo. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13