Rádios On-line
11559

Uso de vidros refletivos em ônibus poderá ser obrigatório

Também chamados de vidros metalizados, os vidros refletivos recebem um tratamento especial, à base de óxidos metálicos

8 JAN 2009 - 09h:23Por Redação

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4085/08, da deputada Maria Lúcia Cardoso (PMDB-MG), que obriga o uso de vidros refletivos em veículos de transporte coletivo urbano.

Também chamados de vidros metalizados, os vidros refletivos recebem um tratamento especial, à base de óxidos metálicos, que os tornam capazes de refletir os raios solares.

O vidro refletivo pode ser fabricado em várias tonalidades e, até mesmo, incolor, o que garante boa visibilidade do interior para o exterior.

Conforto ambiental

Segundo a parlamentar, esse tipo de vidro tem sido cada vez mais utilizado na construção civil devido ao benefício que representa, em termos de redução de entrada de calor, resultando em maior conforto ambiental e em considerável economia de energia com aparelhos de ar condicionado.

Maria Lúcia argumenta que essa característica pode ser vantajosa no caso dos ônibus. "Em um país tropical como o nosso, o interior dos veículos de transporte urbano é, geralmente, muito quente e desconfortável.

Ar condicionado

Para amenizar o problema, muitas empresas passaram a adotar veículos equipados com ar condicionado, mas esse conforto tem um alto custo, pois aumenta o consumo de combustível", afirma. A parlamentar ressalta que esse gasto afeta não somente as tarifas, como também traz conseqüências danosas para o meio ambiente.

Segundo a deputada, se fossem utilizados vidros refletivos, passageiros e condutores teriam maior conforto térmico no interior dos veículos, independentemente do uso de ar condicionado.

"Se tal uso se revelar indispensável, o consumo de combustível a ele associado será menor, visto que a temperatura interna do veículo já estará em parte reduzida pelo efeito do vidro refletivo", diz.

A proposta, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), prevê a regulamentação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) sobre o uso do vidro refletivo.

Maria Lúcia justifica a regulamentação a cargo do Contran para evitar efeitos indesejáveis que determinados graus de refletividade podem trazer, particularmente à noite.

Tramitação

O projeto será analisado caráter conclusivo pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13